A agitação política nacional pode ser conferida através de belos passeios em Brasília

Para quem visita Brasília uma boa opção é admirar belas esculturas. Um dos destaques fica para “Os Candangos”, de Bruno Giorgi. Concebida em 1959, na Praça dos Três Poderes é uma homenagem aos 80 mil trabalhadores responsáveis pela construção da capital / GB Imagem

Nos últimos anos diariamente Brasília vem sendo destaque nos noticiários, tudo por causa da crise política que assola a nação. Ainda considerada jovem, a capital do País acaba de completar 58 anos de fundação e tem muita coisa bonita para ser apreciada, ainda mais quando se fala em turismo.

Bem no coração do Brasil, no Distrito Federal, na região central do País, encravada dentro do Estado de Goiás, está Brasília, projetada com o objetivo de desenvolver a autoafirmação nacional.

A capital do Brasil é a única cidade do mundo – construída no Século XX – considerada, desde 1987, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO, órgão das Nações Unidas. Motivos para esse reconhecimento não faltam: a jovem cidade, inaugurada em 21 de abril de 1960, surpreende até os mais experientes viajantes.
Brasília é resultado de um moderno projeto urbanístico criado por Lúcio Costa. Visto de cima, o plano-piloto da cidade lembra o formato de um avião – muitos preferem dizer que é um pássaro de asas abertas -, embora a concepção de seu urbanista tenha previsto o formato de uma cruz, que sinaliza posse.

O projeto da cidade até hoje é referência quando o assunto é planejamento urbano. Sua ideia de envolver prédios residenciais em grandes áreas urbanas, traçar a cidade a partir de enormes avenidas e dividi-la em setores, tem provocado intensa reflexão e debates sobre a vida nas grandes cidades no Século XXI.

Destacam-se também obras de artistas como Bruno Giorgi, Alfredo Ceschiatti, Athos Bulcão, Marienne Peretti, Volpi, Di Cavalcante, Victor Brecheret e Burle Marx que se integram à arquitetura, conferindo à cidade uma paisagem única.

Palco de manifestações políticas, shows de rock e festivais de cinema, Brasília é uma cidade cosmopolita, com cerca de 90 embaixadas, numerosos restaurantes e uma enorme estrutura pronta para abrigar eventos de todos os tipos. Diante disso, um dos destaques da cidade é o turismo de negócios, que cresce a cada dia, lotando as dezenas de hotéis espalhados pela capital federal.

Brasília é um pouquinho de cada parte do Brasil. A construção de uma capital federal no coração do País demandou grande mão de obra e atraiu gente de todos os cantos do território nacional. O resultado é a rica cultura brasiliense que existe hoje, uma mistura genuína do povo mais alegre e hospitaleiro do mundo.

Conheça Brasília você também. Indo a Brasília, não deixe de visitar a Catedral Metropolitana, projetada por Oscar Niemeyer, e inaugurada em 1970.

O Museu de Valores do Banco Central também é uma ótima pedida. Lá o turista pode encontrar uma exposição permanente de moedas e cédulas nacionais e estrangeiras.

Outra atração bastante interessante é o Memorial JK. Em destaque no Eixo Monumental, é uma homenagem ao idealizador e fundador de Brasília, o Presidente Juscelino Kubitschek.

E é claro que de maneira alguma se pode deixar de conhecer o centro do poder nacional: o Palácio da Alvorada, a Praça dos Três Poderes, o Palácio do Planalto, o Palácio do Itamarati, o Supremo Tribunal Federal e o Palácio da Justiça.

O Palácio da Alvorada é a residência oficial do Presidente da República. No meio de um enorme jardim, fica o prédio conhecido por suas colunas de mármore branco que se tornaram símbolo de Brasília.

A Praça dos Três Poderes abriga alguns dos prédios mais significativos da obra de Oscar Niemeyer: o Palácio do Planalto, sede da Presidência da República; o Congresso Nacional, sede da Câmara dos Deputados e do Senado Federal; e o Supremo Tribunal Federal. Lá estão também: o Panteão da Pátria, o Espaço Lúcio Costa e três importantes esculturas: “O Pombal”, de Niemeyer; “A Justiça”, de Alfredo Ceschiatti; e “Os Candangos”, de Bruno Giorgi. Na praça central uma Bandeira Nacional de 286 metros quadrados é sustentada por um mastro de 100 m de altura. Fica ao final da Esplanada dos Ministérios.

Sede do Poder Legislativo, o Congresso Nacional é composto pelo Senado Federal que fica do lado esquerdo e é representado pelo “prato côncavo” e pela Câmara dos Deputados, localizada ao lado direito e representada pelo “prato convexo”. A cada hora iniciam-se visitas guiadas pelos plenários e museus das duas sedes do Poder Legislativo.

Sede do Poder Executivo, o Palácio do Planalto é o local de trabalho do Presidente da República. As visitas guiadas duram 20 minutos e podem ser feitas aos domingos, das 9h30 às 13h00. Uma atração à parte é a troca da guarda do Palácio do Planalto, que acontece a cada duas horas, sendo a primeira às 8h00, e a última do dia, às 18h00.

Também conhecido como Palácio dos Arcos, o Palácio do Itamarati abriga diversas obras de arte e antiguidades.

Por isso não perca tempo. Faça já as suas malas e descubra o que Brasília pode oferecer de mais interessante. Atrações é o que não faltam. Consulte já seu agente de viagens.

Confira também

Descubra a Sicília, uma ilha italiana que merece uma viagem

  O local é conhecido por suas riquezas naturais e patrimônio histórico preservado   A …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *