A tão temida flacidez da pele do braço

 

O maior segredo para manter tudo no lugar é evitar ganho de peso

 

Para manter o “tchauzinho” no lugar, a melhor receita é manter o peso do corpo equilibrado, não descuidar de exercitar os músculos do braço e hidratar muito bem a região / GB Imagem

O “tchauzinho” é um incômodo que acomete a grande maioria das pessoas. Apesar de ser uma reclamação constante nos consultórios de cirurgia plástica, poucos sabem que a maior causa da flacidez na área dos braços é a variação de peso. A pele desta região dos braços é fina e não muito elástica. Uma vez distendida com o ganho de peso, a gordura faz com que a área fique curva. Então, mesmo após emagrecer novamente, a pele não volta ao estado original, tornando-se flácida. Com a idade, a quantidade e qualidade do colágeno diminui e a espessura da pele fica ainda mais fina e com menos elasticidade, agravando ainda mais a flacidez e podendo apresentar um aspecto enrugado.

A melhor receita para evitar o tão temido “tchauzinho” é manter uma alimentação adequada e realizar exercícios físicos regulares para evitar o ganho de peso.

Existem tratamentos e procedimentos estéticos que, dependendo do diagnóstico, auxiliam na diminuição da flacidez dos braços. Por exemplo, se houver apenas pele de má qualidade, tratamentos que estimulam a produção de colágeno são os ideais. Se o problema for apenas uma pequena quantidade de gordura sem sobra de pele, a lipoaspiração ou a criolipólise podem conferir os resultados desejados. Já se houver acúmulo de gordura com sobra de pele, mesmo que pequena, qualquer procedimento que diminua a gordura vai aumentar ainda mais a flacidez. Em casos em que há grandes excessos de gordura ou sobra de pele, a conduta é cirurgia. Porém, por ser muito fina e pouco elástica, a pele dessa área não responde muito bem a procedimentos estéticos.

No entanto, alguns procedimentos amenizam bastante o problema. Um deles é o equipamento que associa criolipólise, ultrassom microfocado, corrente de estímulo muscular, radiofrequência e criofrequência; ele trata gordura localizada e define o músculo. O bom é que após o tratamento não é preciso cuidados especiais e o paciente retoma normalmente suas atividades.

Os tratamentos à base de radiofrequência (150W) atuam contra a flacidez, gordura e celulite. Também na flacidez dos braços, produz bons resultados. O tratamento consiste na aplicação de calor de forma mais intensa e promete a morte dos adipócitos e sem queimar a pele, e ainda estimula a produção de colágeno.

Vale aqui a recomendação, se você pretende tratar o “tchauzinho”, procure clínicas e estética especializadas e fale antes do seu médico. Informe-se para saber o que pode ser feito na clínica e o que necessita de médico especializado.  Cuidado com a picaretagem, com os locais que oferecem tratamentos a preços muito abaixo do praticado.  Infelizmente, nem todos os equipamentos oferecem o nível de segurança adequado e consequentemente não produzirão o resultado esperado.

Mas, voltando às causas do “tchauzinho”, cuide com carinho da sua alimentação.

Confira também

Escalada

Vera Fischer ganhou um papel na novela “Espelho da Vida” que está sendo escrita por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *