Adriana Esteves em uma história de amor sem fim

 Na novela “Amor de Mãe”, a atriz aparece interpretando uma mulher capaz de se doar incondicionalmente ao seu filho

 Praticamente emendando um trabalho ao outro, Adriana Esteves está de volta à telinha. A atriz está no ar interpretando a Thelma Viana, na novela “Amor de Mãe”, uma das principais personagens da trama escrita por Manuela Dias.

Carminha é sem dúvida a personagem mais marcante da carreira de Adriana Esteves e pode ser conferida nas tardes da Globo, na reprise de “Avenida Brasil” / Raphael Dias-RG

Thelma Viana ficou viúva há mais de 20 anos e desde então vive exclusivamente para o filho, Danilo (Chay Suede), mesmo ele já sendo um adulto. Quando Danilo era pequeno, Thelma viu sua casa pegar fogo com o marido e o filho dentro. Ela se arriscou em meio às chamas e conseguiu salvar o menino. Por todos esses acontecimentos, acabou se transformando em uma mãe superprotetora. Ela administra o restaurante português da família e preza por ser um lugar tradicional. Thelma é uma mulher que ficou parada no tempo e não aceita modernizações no estabelecimento da família, que fica localizado no fictício Bairro do Passeio. O irmão e sócio, Sinésio (Julio Andrade), quer vender o restaurante, mas ela não aceita se desfazer de um bem construído por seu avô. Certo dia, Thelma passa mal na rua e é socorrida por Lurdes (Regina Casé), que a leva a um hospital e se torna sua grande confidente. A mãe de Danilo descobre que tem um aneurisma inoperável e não conta da doença para o filho. Quando Thelma conhece Durval (Enrique Diaz), por acaso, os dois se tornam amigos. Ele a incentiva a acrescentar itens em sua lista de desejos e a correr contra o tempo para realizá-los.
Extremamente profissional e bastante animada com sua nova personagem, Adriana Esteves fala um pouco sobre essa mulher forte, chamada Thelma. “… É uma mulher que coloca a maternidade acima de tudo na vida. Mãe bastante amorosa e dedicada, mas acho que esqueceu de viver sua própria vida pensando somente na vida do filho”, explica a atriz que não esconde que tem alguns pontos em comum com a personagem. “Até agora, acho que o dá pra dizer que tenho em comum com Thelma é uma verdadeira paixão pelos meus filhos. E uma necessidade muito grande de prepará-los para a vida. Fora isso, somos bem diferentes”, concluiu Adriana Esteves.

“Amor de Mãe” estreou recentemente na tela da Globo e o telespectador ainda está se acostumando com os personagens do enredo, mas já dá para ter a expectativa de como será a reação de Danilo quando souber da grave estado de saúde da mãe, mas antes que Thelma tenha coragem para revelar a verdade para ele, sofrerá com algumas contrariedades não imaginadas por ela. Nos próximos capítulos, Danilo sai de casa e decide viver sozinho para construir o seu próprio caminho. Thelma definitivamente não estava preparada para enfrentar uma atitude assim de seu amado filho.
Voltando a falar sobre Adriana Esteves na vida real, ela se firmou no cenário artístico brasileiro depois de muito empenho e dedicação. A sua carreira teve maus momentos em seu início, por conta de uma depressão e críticas à sua atuação. Mas tudo isso ficou no passado.

O fato é que Adriana Esteves contabiliza excelentes personagens em sua carreira, sendo que um dos mais marcantes foi fazer a saudosa cantora Dalva de Oliveira, na minissérie “Dalva & Herivelto”, ao lado de Fábio Assunção que assumiu o papel do famoso compositor. Logo depois protagonizou a novela “Morde & Assopra”, interpretando a arqueóloga Júlia. E destaque maior vai para a Carminha, de “Avenida Brasil”. Inesquecível. Vale dizer que Carminha está de volta no “Vale A Pena Ver de Novo”, que está mostrando a novela “Avenida Brasil”. E mais recentemente, ela fez a Laureta, de “Segundo Sol” e a personagem Stela Nascimento, da série “Assédio”.

Nascida no Rio de Janeiro, em 1969, a carreira de atriz começou vinte anos depois, num concurso para revelar novos talentos, no “Domingão do Faustão”. Naquele mesmo ano, ela estreou em “Top Model”. Depois veio “Meu Bem, Meu Mal”.

Dois anos depois, em 1992, conseguiu sua primeira personagem protagonista, Marina, em “Pedra Sobre Pedra”, escrita por Aguinaldo Silva. Foi o maior sucesso.

Mas, em 1993, Adriana Esteves teve que enfrentar a crítica negativa do público por causa de sua atuação em “Renascer”, vivendo Mariana, uma prostituta que acaba fisgando o coração do personagem vivido por Antonio Fagundes. Na época, Adriana tinha 23 anos e não suportou a repercussão negativa de seu trabalho; afastou-se da televisão e quase desistiu da carreira artística, recusando-se, inclusive, a fazer o papel de Babalu, em “Quatro Por Quatro”.

Mas, como não há mal que sempre dure, Adriana Esteves deu a volta por cima e, em 1995, retoma sua carreira atuando na minissérie “Decadência”. Depois disso, foram somente alegrias e personagens bem sucedidos.

Inesquecível foi a rebelde Lúcia Helena, de “A Indomada”, fazendo par romântico com José Mayer; em “Torre de Babel”, foi a vez da oportunista Sandrinha que tentou aplicar o golpe do baú no personagem de Marcos Palmeira; e finalmente a consagração total na pele da feminista Catarina, em “O Cravo e a Rosa”, fazendo par romântico com Julião Petrucchio (Eduardo Moscovis).

A atriz é casada com o ator Vladimir Brichta, com quem tem um filho, Vicente, de 13 anos. Lembrando que o casal ainda tem o Felipe, com 21 anos, fruto do relacionamento de Adriana com Marco Ricca, e Agnes, com 23 anos, filha de Brichta com a cantora Gena, que morreu em 1999. A família cultiva hábitos simples, nunca são vistos em badalações e Adriana Esteves cuida do corpo e da pele com naturalidade. A atriz não dispensa uma série de exercícios diários e uma visita mensal ao dermatologista, o que lhe garante uma pele de porcelana. Outro cuidado é com a alimentação. Adriana deixou de lado todos os tipos de fast-food, substituindo-os por uma alimentação natural, à base de grelhados, verduras e frutas. O resultado está aí, para todo mundo ver.

Apesar da maturidade, Adriana Esteves mantém o jeitinho de que ainda não saiu da adolescência. Fala baixo, encara o interlocutor com um olhar ingênuo e ainda é capaz de soltar um risinho envergonhado.

Assim é esta atriz-menina, como alguns colegas costumam se referir a ela. Profissional de sucesso, ainda vai longe em sua carreira.

Confira também

Época do ano boa para se exercitar

E vem chegando o Verão, tempo que traz uma animação extra a também vontade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *