Conhecer os Mercados de Natal da Alemanha não tem preço

 

As tradições natalinas, com suas cores e sabores preservados há muitos séculos, dão um toque especial nas comemorações natalinas

 

Visitar a Alemanha nesta época do ano pode ser inesquecível. Nos Mercados de Natal, por onde se olha, o espírito natalino está presente nas mais variadas decorações e luzes / GB Imagem

Você já imaginou passear em um lugar onde se respira o espírito natalino literalmente? Por onde você olhar, sentir, cheirar ou ouvir é Natal. É assim que você se sentirá nos famosos Mercados de Natal alemães! Com certeza, uma viagem inesquecível que vai ficar guardada em sua memória para sempre!

As tradições natalinas da Europa são famosas principalmente por causa das suas cores e sabores preservadas ao longo de muitos séculos. Falando particularmente da Alemanha, é naquele país que as referidas tradições parecem ter mais força.

Na Alemanha, as comemorações do Natal começam quatro semanas antes do dia 25, quando se fazem a “Adventskranz” – Coroa de Advento – são arranjos com ramos de pinheiro ou azevinhos e quatro velas, geralmente vermelhas, roxas ou coloridas; a cada domingo acende-se uma vela para que, ao chegar no último domingo antes do Natal, as quatro velas estejam acesas. A tradição da Coroa de Advento é mantida pela maioria das Igrejas de Confissão Luterana em todo o Brasil e também pela Igreja Católica.

Voltando à Alemanha, paralelamente, em todos os lugares montam-se cabanas de madeira cheias de luzes e nelas o conto do Papai Noel se repete.

É nessa mesma época do ano que se espalha no ar o aroma dos quitutes típicos das festas de dezembro, fartamente encontrados no Mercado de Natal – “Der Weihnachtsmarkt” – onde geralmente são vendidos artigos típicos da ocasião tais como bonecos quebra-nozes, figuras de madeira, latas de biscoitos, brinquedos, velas de cera de abelha, bolas de vidro, estrelas brilhantes, chocolates, doces e outras iguarias tradicionais. Além disso, no mesmo espaço concentram-se apresentações culturais de vários gêneros e programação especial para crianças.

Por toda parte, o clima é mesmo de um conto de fadas; no ar, espalha-se o aroma do vinho quente, dos doces e das amêndoas torradas.

Conta-se que estes mercados ficaram mais populares depois de 1517 quando ocorreu a Reforma Luterana criando novos hábitos entre a população, as crianças passaram a ganhar presentes do Menino Jesus, no dia de Natal, criando-se assim o “Christkindlsmarket”, nome popular dado ao Mercado de Natal no sul da Alemanha. Vale lembrar que anteriormente a troca de presentes ocorria em 11 de novembro, Dia de São Martinho, e no dia 06 de dezembro, data consagrada a São Nicolau. Conta-se ainda que teria sido o líder reformador Martinho Lutero o primeiro a enfeitar um pinheiro com luzes, simbolizando o nascimento de Jesus, a Luz do Mundo.

Berlim, a capital alemã, tem cerca de 59 mercados, sendo que um dos mais famosos é o “Weihnachtsmarkt City”, com mais de 100 barracas nas quais se encontra, entre outras coisas, joalheria, cerâmica e antiguidades.

O “Alter Market” (“Mercado Velho”) fica bem no centro de Colônia é o preferido das crianças porque ali está a gruta do Papai Noel e ainda tem teatro de marionetes, bonecos de madeira, carrossel, algodão doce e bolacha de gengibre.

A culinária alemã merece destaque à parte durante o ano todo, no entanto na época das festas de final de ano, ganham brilho extra. O joelho de porco assado geralmente é servido acompanhado de salsichas diversas, chucrute (repolho macerado no sal e refogado com toucinho defumado) e batatas. Melhor ainda se estiver pururuca!

Além dos doces tradicionais encontrados por toda a Alemanha, vale destacar ainda as “Bratwurst” ou “Weisswurst”, um tipo de linguiça ou salsicha branca, típica da Baviera; “Glühwein” (vinho quente); “Kinderpunch”, que é um tipo de ponche sem álcool; “Springerle”, ou seja, bolinho de anis muito apreciado por lá; maçãs caramelizadas e chocolate quente.

Em Dresden, o “Striezelmarkt” é tido como mercado de Natal mais antigo e as suas quase 250 barracas vendem principalmente artesanato, mas os produtos mais famosos por lá são o “Stollen”, ou seja, bolo com frutas em forma de pão, e os “Pulsnitzer Pfefferkuchen”, um tipo de pão cujo preparo inclui canela, gengibre, anis, cravo-da-índia e noz moscada.

Em Munique concentra as comemorações de final de ano na “Marienplatz”, praça histórica bem no centro da cidade; ali as barracas ricamente decoradas alinham-se lado a lado, sendo que a atração principal é uma árvore de 30 metros iluminada por nada menos do que 2500 velas. Isso mesmo, velas.

O mercado de Natal de Frankfurt existe há mais de 600 anos, suas origens datam do ano 1393. Cheio de história e tradições, ele é um dos mercados natalinos mais antigos e populares da Alemanha. Ao passear pelo mercado você encontrará uma grande variedade de produtos de época, como castanhas assadas, tortas flambadas, salsichas, queijos e pratos típicos da cidade de Frankfurt. Aromas de especiarias usadas nas deliciosas sobremesas, bolos, doces e pães perfumam ar despertando o nosso paladar e a experiência só se completa ao degustar o famoso Glühwein, uma bebida quente, muito saborosa, feita com vinho tinto, canela, cravo, anis e cítricos.

Você ficou com água na boca e com vontade de conferir isso tudo de perto? Fale com uma agência de viagens. Você vai precisar de passaporte válido e visto de entrada, burocracia fácil de cumprir.

Confira também

Jericoacoara, um paraíso no Ceará

  Descubra este pedacinho do Brasil e faça uma viagem inesquecível     Jericoacoara fica …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *