Descubra a Sicília, uma ilha italiana que merece uma viagem

 

O local é conhecido por suas riquezas naturais e patrimônio histórico preservado

 

Não deixe de conhecer Cefalú. A cidade situada à beira mar é murada e é uma antiga vila de pescadores preservada e convertida em badalado ponto turístico da Sicília / GB Imagem

A Sicília é uma ilha banhada pelo Mar Mediterrâneo que pertence à Itália. Durante muitos anos, foi um dos principais pontos de comércio daquela região e tem um patrimônio histórico preservado de dar inveja. Sendo assim, se você procura variedade cultural, boa comida, história e bons passeios ao ar livre, o seu destino é a Sicília.

Os habitantes da ilha se dizem “sicilianos”, e em segundo lugar, “italianos”, tamanho é o amor que têm por sua terra.

Quem conhece a Sicília afirma que a mistura de raças e culturas a diferencia de outras regiões da Itália e lhe confere identidade própria. O resultado é que passear na ilha é um prazer e propicia inúmeras descobertas. Sem contar, a culinária local.

Falando da história, a capital Palermo abriga mais de cinquenta palácios e oitenta igrejas, em estilos diferentes. O estilo barroco sobressai em suas construções, valendo citar a Igreja de Gesú, a Igreja de San Domenico e as fontes de Quattro Canti. Falando ainda de Palermo, não dá para deixar de lembrar a fabulosa Catedral que testemunha séculos de história e mudanças sócio políticas naquela região.

Ruínas gregas? Na Sicília tem. O vale dos templos de Agrigento abriga um acervo inigualável, testemunha da ocupação grega naquela região. As primeiras construções datam de 580 a.C. e todo o conjunto é considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e atualmente um dos principais destinos turísticos da ilha.

As colinas de Agrigento são bem populares e apreciadas pelo visitante, assim como a já citada capital Palermo, Catania, Siracusa e Taormina. Todas impressionam principalmente por causa de suas belezas naturais e por sua riqueza histórica; estão catalogados cerca de trezentos sítios arqueológicos.

Em Taormina, as Gargantas de Alcântara prendem a atenção. Trata-se de um cânion formado a partir da erosão que o rio Alcântara provocou em uma formação de lavas vulcânicas. As paredes pretas de basalto refletem a luz e provocam o encantamento do visitante.

Tanta história e beleza são banhadas por um maravilhoso mar de águas cristalinas.

Quando se fala na Sicília também é lembrado o famoso vulcão Etna, que continua ativo e, por vezes, faz muitos estragos. No entanto, a população convive bem com o “vizinho” que faz parte da paisagem e da história da ilha. Por causa do Etna, a cidade de Catania ganhou fama e é bastante visitada pelos turistas. Várias edificações foram feitas com a lava negra do vulcão. E tem uma particularidade, por estar muito próxima ao Etna, ao longo do tempo, Catania foi diversas vezes destruída por suas erupções e novamente reergueu-se. Parte da cidade construída no Século XVIII está preservada.

O siciliano sabe como ninguém conservar o seu patrimônio inserindo-a na realidade do progresso. Um exemplo disso é Cefalù, uma antiga vila de pescadores; a cidade é toda murada, fica à beira mar e tornou-se um dos locais mais sofisticados da Sicília, assim como Taormina, outro “point” preferido dos chiques.

Não é preciso visto para visitar a Sicília, apenas passaporte válido. É possível voar até Palermo, mas outra dica interessante é ir até Roma, alugar um carro e ir se guiando pela Costa Amalfitana. Viagem linda e cheia de emoções.

Procura uma agência de viagens e trace o seu roteiro. Vai valer a pena o investimento.

Confira também

Madri, cenário perfeito para as férias

É uma das cidades mais populares da Espanha; a diversão começa sempre no horário em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *