DIA 20 DE JANEIRO É DIA DO FUSCA

Até hoje o Fusca é o modelo de carro que mais vendeu. No Brasil, a Volkswagen o fabricou até 1996 / GB Imagem

O Volkswagen Fusca foi o primeiro modelo de automóvel fabricado pela companhia alemã Volkswagen. Foi o carro mais vendido no mundo, ultrapassando em 1972 o recorde que pertencia até então ao Ford Modelo T. O último modelo do Fusca foi produzido no México em 2003.

A história do Fusca é uma das mais complexas e longas da história do automóvel. Diferente da maioria dos outros carros, o projeto do Fusca envolveu várias empresas e até mesmo o governo de seu país, e levaria à fundação de uma fábrica inteira de automóveis no processo. Alguns pontos são obscuros ou mal documentados, já que o projeto inicialmente não teria tal importância histórica, e certos detalhes perderam-se com a devastação causada pela Segunda Guerra Mundial.

No início da década de 1931 a Alemanha era assolada por uma dura recessão, e tinha um dos piores índices de motorização da Europa. A maioria de suas fábricas era especializada em carros de luxo, montados à mão, e ainda muito caros. Por isso, e mais uma série de fatores, a ideia de um carro pequeno, econômico e fácil de produzir começou a ganhar popularidade. Era o conceito do “Volks Auto” ou “Volks Wagen”, expressões alemãs que traduzem a ideia do “carro popular”.

A partir de 1950, o Fusca começou a ser importado para o Brasil. No dia 11 de setembro de 1950 desembarcaram no porto de Santos 30 Volkswagens e permaneceram por lá em exposição. O sucesso foi imediato, os veículos avaliados em CR$ 20.000,00 (vinte mil cruzeiros), foram vendidos pelo extraordinário valor de CR$ 60.000,00 (sessenta mil cruzeiros) cada um. O modelo importado era o conhecido “Split Window”, com vidro traseiro dividido em dois, modelo Export; havia o Standard, mais simples, nunca trazido para o Brasil.

Em 1986 a Volkswagen desistiu de fabricá-lo no Brasil, alegando que era um modelo muito obsoleto, apesar de ser ainda um dos doze carros mais vendidos daquela época. Em 1993, por sugestão do então presidente Itamar Franco a empresa voltou a fabricar o modelo. Itamar queria a fabricação de carros populares e sugeriu que o Brasil precisava de um carro como o Fusca. Foi aprovada então a Lei do Carro Popular, que previa isenções de impostos para os carros com motor 1.0 e também para os que tivessem com refrigeração a ar. O carro vendeu muito menos que da meta esperada pela Volkswagen. Em 1996, a empresa deixou de produzir novamente o carro, com uma série especial denominada Série Ouro. A partir daí, ele só seria produzido no México. Nesse segundo período, foram produzidos no Brasil cerca de 47.000 exemplares.

Para os brasileiros, o Dia do Fusca ocorre todo dia 20 de janeiro, sendo em vários centros urbanos comemorado com eventos e festas por amantes e colecionadores deste modelo.

Confira também

Polícia Rodoviária Federal intensifica fiscalização nas rodovias

Com a chegada do carnaval, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou hoje (9) a intensificar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *