Dicas de como preparar um bom peixe

Dicas de como preparar um bom peixe

O peixe é um alimento muito nutritivo e deve ser incluído no cardápio pelo menos uma vez por semana. Veja algumas dicas:

Na hora de preparar o peixe, não deixe dentro da água. Deve ser limpo, lavado rapidamente e bem enxugado; para depois ser temperado.

– Para preparar peixe cozido, em vez de usar água experimente cozinhá-lo num caldo preparado com cheiro verde, grãos de pimenta, um pouco de vinho seco e manteiga. Ferva tudo antes e obtenha o caldo que será usado para preparar o peixe.

– Antes de fritar o peixe, passe os pedaços em farinha de trigo. O óleo não deve cobrir o peixe totalmente para que a umidade da carne possa evaporar. Frite cada lado do pedaço completamente, para depois virá-lo para que frite do outro lado também.

Use só até metade do peixe

Frite o peixe com pouco óleo – só até a metade do peixe – para evaporar a umidade sem espirrar.

 

O sal não deixa grudar

Para evitar que os peixes grudem na frigideira, aqueça-a bem e esfregue sal no fundo e nas paredes da mesma, usando um pedaço de papel absorvente.

 

Com o vinagre não desanda

Para que o peixe cozido não de desfaça e fique com uma consistência apetitosa, ponha um pouco de vinagre na água que o cozinhar.

 

Os ovos devem ser inteiros

 Use os ovos inteiros no bolinho de bacalhau, ao invés de bater as claras em neve. Isso evita que fiquem gordurosos.

 

Com o garfo é melhor

Geralmente os peixes comprados nas peixarias já vêm limpos e sem escamas. Mas se precisar fazer isso em casa, e o peixe for daqueles grandes, experimente usar um garfo para tirar as escamas. Elas sairão com mais facilidade.

 

Só depois de assado

Somente depois de assado o peixe é que se deve tirar sua cabeça, para que a parte cortada não fique dura e nem seca.

 

Forre para não grudar

Para que o peixe não grude no fundo da assadeira, forre-a com uma camada de cebolas picadas, aipo e cheiro verde. Batatas cortadas em fatias grossas também costumam dar bons resultados.

 

Bacalhau

O bacalhau também é uma rica fonte de proteínas e Ômega 3. O único inconveniente é o preço, mas usando a criatividade também dá para ser incluído no cardápio. Os bolinhos de bacalhau são deliciosos, rendem mais e com menos ingredientes.

 – Normalmente, nas receitas de bolinhos pede-se meio quilo de bacalhau, mas pode se colocar menos porque o bacalhau tem um gosto muito ativo que dá sabor aos outros ingredientes.

– Uma boa ideia é cozinhar as batatas na mesma água em que cozinhou o bacalhau. Para isso, primeiro cozinhe o bacalhau, depois peneire o caldo e daí cozinhe as batatas que devem sempre ser espremidas quentes.

– A qualidade da batata é muito importante. Se for do tipo “aguada” será necessário usar farinha de trigo para dar consistência na massa.

– Importante é que os bolinhos sejam fritos numa panelinha funda, com bastante óleo e poucos de cada vez. Assim não ficarão encharcados.

– Saiba escolher: Se o bacalhau for de boa qualidade, é só puxar a pele que ela sairá facilmente.

– Existe no mercado o lombo do bacalhau que já vem sem o sal. É só aferventar. O problema é que ele é bem mais caro.

– Ao comprar o bacalhau em bandejas embaladas, cuidado porque muitas vezes por baixo de um pedaço bonito escondem-se sobras, rabos e partes duras e espinhudas. E o pior é que você vai pagar o preço pelo quilo.

– Para retirar o sal, deixe o peixe de molho, cortado em postas, por 48 horas em vasilha tampada (não totalmente) dentro da geladeira, sempre trocando a água.

– Coloque uma boa colherada de fermento em pó na água de véspera ou deixe de molho no leite por uma noite, para que o peixe cresça na espessura.

– Então, mãos à obra!

 

 

 

 

Confira também

Fritando na manteiga

Fritando na manteiga Principalmente os bifes preparados na manteiga ou margarina ficam deliciosos. Mas, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *