Filipinas, um destino diferente para suas próximas férias

As praias das Filipinas são simplesmente maravilhosas. As mais populares são as da Iha de Buracay, consideradas as mais belas de toda a Ásia / GB Imagem

Muita gente estranha quando se diz que as Filipinas são um destino imperdível para as férias. Claro que não é o primeiro destino que vem à cabeça quando se pensa na Ásia, mas a verdade é que o arquipélago das Filipinas é absolutamente surpreendente. Por lá existem mais de 7 mil ilhas com atrações que vão deixar qualquer turista de boca aberta. Conhecer Manila, a capital e seu trânsito surreal é obrigatório. Nadar com tubarões-baleia em Donsol é inesquecível. Mergulhar e apreciar os navios afundados de Coron é para os aventureiros. Mas descansar nas dezenas de praias com águas cristalinas e areias branquinhas, isso sim pode ser as férias dos sonhos para quem quer relaxar e esquecer a correria diária.

A cultura local é uma combinação das culturas orientais e ocidentais. O país apresenta aspectos encontrados em outras nações asiáticas com uma herança cultural malaia, mas a sua cultura também apresenta uma quantidade significativa de influências espanholas e norte-americanas. Os festivais Moriones e Sinulog são um dos mais bem conhecidos. Estas celebrações comunitárias são períodos para festa, música e dança. Algumas tradições, no entanto, estão mudando ou gradualmente sendo esquecidas devido à modernização. A “Bayanihan Philippine National Folk Dance Company” foi elogiada por preservar muitas das várias danças folclóricas tradicionais encontradas em todo o arquipélago.  Eles são famosos por suas performances icônicas de danças locais, como o tinikling e singkil, que tanto caracterizam o uso de confronto varas de bambu.

A culinária filipina tem se modificado ao longo de vários séculos, desde as suas origens malaio-polinésia até se tornar uma cozinha misturada com elementos latino-americanos, chineses, americanos e outras influências asiáticas, que foram adaptadas aos ingredientes locais, criando, assim, pratos distintamente filipinos. Os pratos variam, desde os muito simples, como uma refeição de peixe frito com sal e arroz, aos mais elaborados, como as “paellas” e “cocidos” criados para festas. Pratos populares incluem “lechón”, “adobo filipino”, “sinigang”, “kare-kare”, “tapa”, “crispy pata”, “pancit”, “lumpia” e “halo-halo”. Alguns ingredientes locais comuns usados na culinária são o “calamondins”, cocos, “saba” (uma espécie de bananeira), manga e molho de peixe. A culinária não é tão picante como as de seus países vizinhos.

Ao contrário de muitos povos asiáticos, os filipinos usam talheres ocidentais nas refeições.  Os utensílios vistos nas mesas dos filipinos são o garfo e colher, e não garfo e faca. A maneira tradicional de comer com as mãos, conhecida como Kamayan, é observada com mais frequência em áreas menos urbanizadas.

Mas deixando um pouco de lado a cultura e gastronomia filipina, vamos dar um giro no local e conhecer lugares maravilhosos e únicos. Vamos começar pelas Colinas de Chocolate, que se localizam na ilha Bohol. O local abriga 1268 montanhas em formas cônicas com tamanhos parecidos e ocupam uma área de 50 km². Sua origem é incerta, especialistas se dividem em duas opiniões: as colinas foram moldadas pela ação dos ventos durante milhões de anos ou seriam frutos de um fenômeno vulcânico suboceânicos. Existem também várias lendas para explicar a formação do local. Uma delas conta que os cones são, na verdade, lágrimas secas de um gigante imortal chamado Arogo, que foram derramadas por causa da morte de sua amada.

Tirar uma “selfie” tendo o vulcão Mayon ao fundo é obrigatório. Sua última erupção ocorreu em 2009 e esse gigante está situado na província de Albay. O seu cume com a forma de um cone quase perfeito é considerado como sendo mais belo do que o Monte Fuji no Japão. A slguns quilômetros ao sul do vulcão situa-se a cidade de Legazpi.

As inúmeras praias das Filipinas são simplesmente maravilhosas. Umas das mais procuradas são as da Ilha Buracay, consideradas as mais belas de toda a Ásia. Já a Ilha de Borawan faz parte de um dos 12 municípios de BonPen, suas areias brancas e suas formações rochosas de diferentes tamanhos chamam a atenção pela semelhança com Boracay e Palawan, por isso o nome Borawan.

E por falar em Palawan, a ilha é pouco desenvolvida e silvestre, com abundante vida selvagem, selvas e montanhas. As praias são de areia branca, o que as torna uma grande atração turística.

Se você quer apreciar algo diferente não deixe de conhecer as Plantações de Arroz. Esculpidos nas cordilheiras a cerca de 2.000 anos atrás pelas tribos Ifugao, as famosas plantações de arroz é um dos principais pontos turísticos das Filipinas.

A Catedral de Manila, na capital é visita obrigatória. Comece seu passeio observando algumas das características notáveis da fachada neorromanesca do edifício e não deixe de tirar inúmeras fotografias para recordar, quando retornar das férias.

Se você quer passar suas próximas férias nas Filipinas, não se preocupe com o idioma, pois o inglês predomina. Ficou com vontade, procure já seu agente de viagens e faça suas malas!

Confira também

Sintra, um pedaço de Portugal para ser explorado

Procurando um destino interessante, no qual você pode tomar um banho de cultura e apreciar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *