Justiça manda que prefeito de Macaé responda ofícios do MP

O prefeito de Macaé, Aluizio dos Santos Junior (foto) e o procurador-geral do município, Augusto Cesar Salgado, têm até 30 dias úteis para responder aos ofícios do Ministério Público. Caso não o façam, o pedido de afastamento do cargo será reapreciado em Ação Civil Publica (ACP). Foi o que decidiu na quarta-feira (10) o juiz Josué de Mattos Ferreira. Os ofícios do MP são peças para mais de 20 inquéritos que tramitam contra o prefeito . 

O pedido de afastamento foi ajuizado porque, pela lei, os dirigentes não podem se recusar a atender às requisições do MP com o propósito de obstruir a atuação de promotores e procuradores de Justiça. De acordo com a ACP, a falta de resposta aos ofícios é uma omissão indevida da prática de ato de ofício, com violação ao princípio da legalidade que deve nortear as ações da Administração Pública.

“Tais omissões prejudicam e atrasam o bom andamento das investigações por parte do MP, o qual fica impossibilitado de fornecer uma resposta desejada pela sociedade”, destaca um dos trechos da ação.

Confira também

Cai índice de homicídios dolosos na Região dos Lago

Dados estatísticos divulgados pelo Instituto de Segurança Pública, nesta quarta-feira (24) revelam que caiu o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *