JUSTIÇA MANTÉM VIÚVA DA MEGA SENA PRESA

A viúva da Mega Sena continuará presa. Ela teve negado um pedido de substituição de prisão preventiva por medidas cautelares. A decisão é do juiz titular da 2ª Vara Criminal de Rio Bonito, Pedro Amorim Gotlib. Adriana Ferreira Almeida (foto) foi condenada a 20 anos de prisão como mandante do assassinato do lavrador Renné Senna em 7 de janeiro de 2007. Dois anos antes, em 2005, ele havia, ganhado R$ 52 milhões na Mega Sena

 Renné foi alvejado por quatro tiros em um bar em Rio Bonito. A viúva, Adriana Almeida, 25 anos mais nova do que a vítima, foi apontada pela polícia como mandante do crime, supostamente motivado pela herança.

Confira também

MP e Câmara de Cabo Frio convocam audiência pública para discutir transporte de ônibus em Tamoios

Discutir a qualidade do transporte público para o segundo distrito de Tamoios. Este é o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *