Justiça recebe denúncia contra ex-prefeito de Silva Jardim, servidores e empresários por fraude em licitação

A Justiça aceitou mais uma denúncia do Ministério Público contra o ex-prefeito de Silva Jardim, Wanderson Gimenes Alexandre, o Anderson Alexandre. Ele e mais oito pessoas foram denunciados por associação criminosa pelos crimes de falsidade ideológica, peculato e fraude em processo licitatório. Pelo que o MP apurou, isso ocorreu para a contratação de uma empresa para publicação de atos oficiais da Prefeitura. O MP sustenta na denúncia que os jornais não foram fornecidos na quantidade adequada para a veiculação das publicações e ainda foram usados “como meio de enaltecer a imagem de Wanderson, que concorreu à reeleição no ano de 2016”.

De acordo com a denúncia, o então prefeito se utilizou do contrato firmado com a sociedade empresária Alexandre Fernandes Editora, que publica o jornal Boa Semente, “para a divulgação de notícias e feitos institucionais vinculados à sua própria imagem, desvirtuando a publicidade institucional para sua promoção pessoal”.

A empresa Alexandre Fernandes Editora venceu a licitação na modalidade pregão do tipo menor preço, mas apresentou cotação superior à de um concorrente, a Ala Editora e Promoções, que publica o jornal Folha da Terra. O contrato, assinado em 2014, durou até abril deste ano, tendo sido estendido através de sete termos aditivos.

Confira também

CPI vai analisar rasuras em documentos do Hospital da Mulher de Cabo Frio

Desde o início do ano, 20 bebês morreram na unidade de saúde A possibilidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *