Justiça suspende direitos políticos de Lindibergh Farias por cinco anos

A 2a Vara Criminal de Nova Iguaçu suspendeu por cinco anos os direitos políticos do ex-senador e ex-prefeito de Nova Iguaçu Lindbergh Farias. Ele é acusado de fazer propaganda em caixas de medicamentos, que eram distribuídos à população, com do logotipo de seu governo, como forma de publicidade pessoal.

Lindbergh Farias é acusado de fazer propaganda em caixas de medicamentos – Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O político também foi multado em valor equivalente a 48 vezes o subsídio atual de Prefeito de Nova Iguaçu.

Segundo denúncia do Ministério Público, o ex-prefeito distribuiu caixas de remédios aos habitantes da cidade, no primeiro semestre de 2008, com a impressão de um sol estilizado, logotipo criado e utilizado pela sua administração, em vez do brasão oficial de Nova Iguaçu, acarretando publicidade e promoção pessoais.

“O uso do sol estilizado identificador da gestão do réu não é educativo, informativo ou de orientação social e, sobretudo, representa símbolo que caracteriza a promoção pessoal, já que os medicamentos seriam distribuídos pelo novo gestor, incutindo na população uma ideia de linha de corte entre o antes e o depois, vinculando a atenção social dispensada com recursos do contribuinte ao réu”, destaca um dos trechos da sentença da 2ª Vara Cível de Nova Iguaçu.

 

Confira também

Rio das Ostras Outlet começa nesta quinta-feira

Sorteios de moto zero Km e de R$ 8 mil em vales-compra, movimentação econômica de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *