Ministro do TSE suspende cassação de vereador de Silva Jardim: defesa alegou falta de “prova robusta”

Pelo menos um dos três dos vereadores de Silva Jardim cassados por abuso de poder político e econômico voltará à Câmara Municipal. Decisão neste sentido (confira aqui) foi tomada nesta quinta-feira (7) pelo ministro Luis Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral em favor de Adão Firmino (foto). O ministro concordou com a tese da advogada Tatiana da Silva Pereira França David, de que não haveria “prova robusta” na representação feita pelo Ministério Público contra Firmino.

Em seu despacho o ministro determina que o Tribunal Regional do Rio de Janeiro (TRE-RJ), seja comunicado imediatamente da suspensão dos efeitos do acórdão na parte relacionada a Adão, até o julgamento de um recurso especial impetrado pela defesa.

A ação cautelar acatada pelo ministro não beneficia a ex-prefeita Maria Dalva Silva do Nascimento, Cilene, nem os hoje ex-vereadores Roni Luiz Pereira da Silva e Jazimiel Batista Pimentel, o Miel da Biovert.

Confira também

Rio das Ostras Outlet começa nesta quinta-feira

Sorteios de moto zero Km e de R$ 8 mil em vales-compra, movimentação econômica de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *