O polêmico e talentoso de José de Abreu

O ator está em “A Dona do Pedaço” interpretando um personagem poderoso, bem sucedido e cheio de amor pela vida

Dono de talento indiscutível, ele é charmoso sem ser exatamente um galã. José de Abreu é um dos maiores nomes da dramaturgia brasileira; atualmente ele interpreta o Otávio, na novela “A Dona do Pedaço”, depois de ter feito alguns vilões que marcaram a história das novelas.

 De volta aos folhetins, José de Abreu interpreta Otávio, em “A Dona do Pedaço”. Homem de família e completamente devotado à filha Vivi, na verdade Otávio não resiste às mulheres e dá suas “puladas de cerca” sempre que tem oportunidade / João Miguel Jr-RG

O seu atual personagem não é um vilão, mas sim um poderoso “homem de negócios” e que tem uma vida irrepreensível. Casado com Beatriz (Nathalia do Vale), é pai adotivo de Vivi (Paolla Oliveira) e aparentemente é ainda muito apaixonado pela mulher, no entanto ao longo da vida a dois, Otávio coleciona algumas “puladas de cerca”, para as quais sua mulher sempre fez vista grossa porque nunca colocaram em risco a união dos dois, no entanto a estrutura deste relacionamento será colocada à prova por Edilene (Cynthia Senek), a filha do motorista da família, que apostará todas as fichas para conquistar Otávio de vez. Ela tem certeza de que ele abandonará Beatriz e assumirá o relacionamento deles. É pouco provável que isso aconteça, mas o fato é que coração de Otávio ficará bem balançado por causa da moça. Para conferir, só mesmo assistindo aos capítulos de “A Dona do Pedaço”.

Autêntico na vida real, o mesmo se pode dizer de José de Abreu no trabalho. Profissional zeloso, ele dá tudo de si nas cenas. No final do ano de 2013, o ator fraturou uma costela quando gravava uma das primeiras cenas de “Joia Rara”, e quem esteva lá no momento do acidente relata que Abreu continuou trabalhando normalmente até às nove da noite daquele dia. Depois, ficou alguns dias “de molho” em casa e tomando medicação adequada.

E esta não foi a primeira vez que o ator se machuca no trabalho. No ano de 2003, quando atuou na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, ele também fraturou a costela quando caiu do cavalo numa das cenas de seu personagem Onofre.

Nascido José Pereira de Abreu Junior, no ano de 1944, na cidade paulista de Santa Rita do Passa Quatro, quando tinha quatorze anos, José de Abreu resolveu mudar-se para a capital, São Paulo; seus primeiros trabalhos foi como office-boy num escritório de advocacia e ainda como assistente de laboratório.

Decidiu-se pela carreira de advogado e cursou Direito, na Pontifícia Universidade Católica, mas o gosto pela arte também se manifestou. Paralelamente, começou a estudar Dramaturgia no Teatro da Universidade Católica, o famoso TUCA. A estreia nos palcos foi em 1967, com a peça “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto e Chico Buarque. Desde então, o ofício de ator passou a fazer parte de sua vida. No ano de 1968, ele fez seu primeiro filme.

No entanto, o seu engajamento político fez com sua carreira fosse interrompida. Ele foi preso em um congresso da UNE – União Nacional dos Estudantes – sob a acusação de ter dado apoio ao grupo de esquerda Vanguarda Armada Revolucionária, que naquela época combatia através de ações armadas o regime militar.

José de Abreu foi obrigado a exilar-se na Europa e retornou ao Brasil somente em 1974, quando fixou residência em Pelotas, no Rio Grande do Sul, cidade natal de sua então mulher, a professora de teatro Nara Keiserman. Tempos depois, o casal passou a residir em Porto Alegre onde José de Abreu atuava no cenário artístico também como produtor.

No ano de 1979, Abreu ganhou maior notoriedade por causa do filme “A Intrusa”, e chamou a atenção da Globo; foi chamado pela emissora para fazer novelas. Assim, um ano depois estreou na telinha em “As Três Marias”, interpretando Leonel.

Quanto à vida pessoal, José de Abreu é pai de quatro filhos, e atualmente está namorando a maquiadora Carolynne Junger, 51 anos mais nova do que ele. Polêmico, tempos atrás causou frisson quando disse que era bissexual. A declaração “bombou” nas redes sociais, como era de se esperar, mas como sempre, ele não se esquivou do assunto e nunca voltou atrás em sua declaração.

As convicções políticas do ator, como não poderiam deixar de ser, rendem críticas e elogios. José de Abreu não se importa com o resultado, afinal ator também é gente e gente tem direito à opinião e a escolher o seu próprio caminho. Como ele mesmo costuma dizer.

Assim, ele continuará agindo e falando do modo que lhe for conveniente.

 

Confira também

O poder da sobrancelha bem cuidada

A sobrancelha é um dos pontos importantes quando o assunto é aparência e maquiagem. Até …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *