O vilão de “A Dona do Pedaço”

Reynaldo Gianecchini aparece na pele do vigarista Régis e ainda vai causar muito na novela das nove

Reynaldo Gianecchini tem uma trajetória bonita na carreira artística. Ele nasceu em novembro de 1972, na cidade de Birigui, interior de São Paulo. Bonitão, ganhou as passarelas internacionais como modelo, fez sucesso no teatro e agora é um dos principais nomes da teledramaturgia brasileira / João Miguel Jr–RG

Depois de três anos longe da telinha – a sua última novela foi “A Lei do Amor”, em 2016 – Reynaldo Gianecchini está de volta e, desta vez, interpretando um vilão. No folhetim “A Dona do Pedaço” Gianne é o Régis, um homem oficialmente “bem-nascido”, mas que na verdade não tem nada e não quer saber de trabalhar na vida. Ele é sustentado pelo cunhado Agno (Malvino Salvador). Boa vida e mulherengo, o destino de Régis foi cruzado com Josiane (Agatha Moreira), uma alpinista social que só pensa em usufruir do dinheiro da mãe, Maria da Paz (Juliana Paes). Juntos, eles bolam um golpe contra a confeiteira. Régis já deu início ao plano e está seduzindo Maria da Paz, tanto que nos próximos capítulos ela para de resistir e eles se amam. Paralelamente, Josiane se encarrega de armar intrigas para estragar o relacionamento entre Da Paz e Amadeu (Marcos Palmeira) e a situação entre os dois azeda ainda mais quando Maria da Paz sofre um atentado praticado por Rael Mattheus (Rafael Queiroz) e Amadeu defende o sobrinho. No entanto, o impensável acontece: Régis fica verdadeiramente penalizado quanto ao sofrimento de Maria da Paz devido ao rompimento com seu amado Amadeu e o atentado que trouxe à tona o sofrimento do passado. Por essa, Josiane não esperava. Será que Régis vai acabar se apaixonado de verdade por Maria da Paz? Para saber, só mesmo acompanhando os capítulos de “A Dona do Pedaço”.

Falando do ator Reynaldo Gianecchini na vida real, o bonitão é muito querido no meio em que convive, principalmente pela maneira como encara a sua profissão e também a sua vida pessoal. Giane é tido como exemplo de profissionalismo e honestidade, o seu nome nunca esteve ligado a escândalos. Ele é um moço do bem, envolvido em causas sociais, quer doando cachês ganhos por participar de campanhas ou emprestando sua imagem a eventos beneficentes. E tem mais, por sua iniciativa foi viabilizado um projeto de assistência a carentes em sua cidade natal.

Reynaldo Gianecchini tem uma trajetória bonita na carreira artística. Ele nasceu em novembro de 1972, na cidade de Birigui, interior de São Paulo. Bonitão, ganhou as passarelas internacionais como modelo e fez muito sucesso.

Depois conquistou os palcos brasileiros, atuando no teatro, e em 2000 apareceu pela primeira vez em novelas, fazendo o Edu, em “Laços de Família”. Ironicamente, neste seu primeiro trabalho na telinha interpretou o marido de Camila (Carolina Dieckmann) que na história tinha um câncer de medula, a mesma doença que o acometeu em 2011 e da qual se curou, após intenso tratamento.

Voltando a carreira, depois de “Laços de Família”, Giane praticamente emendou um trabalho ao outro, fazendo “As Filhas da Mãe”, “Esperança”, “Da Cor do Pecado”, “Belíssima”, “Sete Pecados”, “Passione”, “Cheias de Charme”, “Guerra dos Sexos”, “Em Família”, “Verdades Secretas” e “A Lei do Amor”, sempre interpretando personagens centrais. Além de novelas, participou de alguns especiais da Globo e tem seu nome marcado no cinema nacional, sendo os mais sucesso, “Divã”, ao lado de Lília Cabral, e “Flordelis, Basta Uma Palavra Para Mudar” e mais recentemente de “Se Puder… Dirija!!!”.

Atualmente, quanto aos aspectos da vida pessoal, ele continua sendo discreto. Depois que terminou o casamento de cinco anos com a jornalista e apresentadora Marília Gabriela, não teve nenhum relacionamento sério que fosse do conhecimento da mídia, apesar de ter sido flagrado algumas vezes em cenas de carinho em público, mas nunca assumiu nenhum relacionamento e declara-se oficialmente solteiro.

Para quem quer conhecer um pouco mais do talento de Reynaldo Gianecchini, basta assistir aos capítulos da novela “A Dona do Pedaço”, porque a trama promete muitas surpresas ao telespectador.

Confira também

O primeiro imperador do Brasil

Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *