Paulo Dames despreza clamor de servidores

Segunda-feira (12), conforme anunciado, o governo Paulo Dames (PSB) sacramentou a inviabilidade do Plano de Saúde dos servidores ativos e aposentados da Prefeitura de Casimiro de Abreu. Dizendo que iria Credenciar novas empresas para que os servidores fizessem melhor opção, na verdade fez o contrário, elaborou Edital para atender ao reajuste absurdo da UNIMED, única empresa que apareceu diante do espanto dos presentes junto à Comissão de Licitação. Como havíamos alertado, se assim fosse, os valores aumentariam bastante, prejudicando a totalidade dos aposentados (99,9%) e cerca de 43% dos dependentes que pagarão muito, muito mais do que pagavam até então.

A nova forma de Credenciamento, segundo notas divulgadas pela prefeitura, criou ainda mais embaraços que fogem inclusive as regras do próprio edital, diferenciando categorias, formas de pagamento, etc. No modelo hoje credenciado, SÓ SERVIDORES ATIVOS PAGARÃO SEM FAIXA ETÁRIA, e mesmo assim os valores foram reajustados em cerca de 20%, passando dos atuais R$ 314,00 para R$ 375,75. Alerto que Plano similar no município de Rio das Ostras, a mesma Unimed cobra atualmente o valor de R$ 277,66. Outra questão que merece destaque é que 57,4% dos atuais servidores ativos estão com idade acima dos 44 anos e logo, desses, cerca de 33% irão aposentar, caindo no modelo covarde, imposto agora, que obriga os aposentados pagarem por faixa etária. Pagar por faixa etária acima dos 49 anos já aumenta bastante o Plano e se, ultrapassar os 59 anos, o valor vai ultrapassar aos R$ 1.000,00.

Para melhor ilustrar as afirmativas, segue tabelas anexas comparativas com o cenário da totalidade dos aposentados que pagarão mais de 50% do dobro que vinham pagando. A prefeitura induz ao erro fazendo os servidores pensarem que os dependentes serão beneficiados, isso não é certo, primeiro porque uma minoria está no Plano e quando está o servidor paga para seu dependente 100% do valor. Segundo que, dos que poderiam estar e mais se interessam (43%), esses estão na faixa etária acima de 44 anos, ou seja, mais da metade deles já está perto da faixa etária que cobra mais, tirando assim as expectativas e condições de pagamento da imensa maioria dos servidores ativos e aposentados, pois dificilmente conseguirão manter seus dependentes neste modelo impagável e muito caro!

Enfim, acima trago outros gráficos com base em informações do próprio edital que sustentam a questão do prejuízo que os atuais e futuros aposentados terão pela ineficiência na negociação do Credenciamento realizado na data de hoje, jogando todos os esforços de anos de valorização do funcionalismo para estaca zero!

*Eliezer Crispim, Administrador, foi Secretário de Administração de Casimiro (2009 a 2012).

Confira também

Justiça suspende direitos políticos de ex-prefeito de Cabo Frio

A 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro suspendeu os direitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *