PF e Instituto Chico Mendes prendem caçadores em reservas de proteção ambiental de Silva Jardim, Casimiro de Abreu e Rio das Ostras

Os envolvidos poderão responder por crime ambiental, posse de arma de fogo de uso permitido e crime ambiental – Divulgação/PF

Policiais federais e agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) prenderam na madrugadas de hoje 10 pessoas acusadas de caça ilegal em três reservas ambientais da Região das Baixadas Litorâneas: Poço das Antas ( entre Casimiro de Abreu e Silva Jardim); Área de Proteção Ambiental do Rio São João (Silva Jardim) e Reserva Biológica União, em Rio das Ostras.

Todos os presos foram levados para a Polícia Federal de Macaé. Com eles foram apreendidos: 20 armas, munições, duas animais nativos caçados, dez pássaros e 24 cachorros de caça.
Para chegar aos infratores, a PF obteve autorização judicial para fazer interceptações telefônicas. Alguns indivíduos disseram que caçavam para consumo próprio. Já outros utilizava a caça ilegal com fins comerciais.
Todas as reservas mencionadas abrigam diversas espécies nativas da Mata Atlântica, entre elas o mico-leão-dourado.

Confira também

MPF denuncia novamente Concessionária Prolagos por poluição na Lagoa de Araruama

Estações de tratamento de esgoto  lançaram substâncias químicas na Lagoa de Araruama acima do permitido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *