Polícia Civil apreende 39 armas em Nova Friburgo

Foi encontrado na residência durante as buscas um arsenal de armas, munições, artefatos em uma parede falsa em um dos closets de seu quarto.Foto: Divulgação

Trinta e nove armas de diversos calibres foram apreendidas, nesta quarta-feira (9), por policiais da 151ª DP (Nova Friburgo), com apoio do 11º BPM, na residência de Victor Guarilha Ribeiro, 52 anos, que foi preso em flagrante por crime de porte ilegal de arma de fogo.

Os agentes foram até o local para cumprir mandado de busca e apreensão, expedido pela 2ª Vara Criminal de Nova Friburgo, Salinas, distrito de Campo Coelho. Victor estava sendo investigado pelos agentes por atentados com a utilização de artefatos explosivos, devido a desavenças com familiares de sua ex-companheira, que reside atualmente nos Estados Unidos.

Na casa do preso, além de ter sido arrecadada a motocicleta usada no crime, também foi encontrado objetos, como blusa, tênis, capacete, mochila, usados para praticar o delito, que em comparação com as imagens de câmeras arrecadas pelos policiais civis no último dia 19 de abril deste ano, identificaram o acusado como o autor da explosão. Além disso, foi encontrado na residência durante as buscas um arsenal de armas, munições, artefatos em uma parede falsa em um dos closets de seu quarto.

No imóvel foram apreendidas cinco pistolas de calibres 7,65mm, 380mm, duas .635mm, uma .6mm); oito revólveres, sendo três calibre 22, um calibre 8mm, dois calibre 32 e um calibre 38; 21 espingardas, 38 artefatos explosivos, 908 munições, inclusive, de fuzis, sendo: 65 calibre .765mm, 350 calibre .22mm, 192 calibre .16mm, 72 calibre .380mm, 11 calibre.28mm, 54 calibre 20mm, 63 calibre 12mm, 45 calibre .44mm, 27 calibre .38mm, 4 calibre .320mm, 25 calibre .9 curto. Além de carregadores diversos, mecanismo para recarga de cartucho para vários calibres e diversos acessórios para armas de fogo.

De acordo com as investigações, o acusado não aceitava a separação da mulher e lidava com um impasse pela guarda de seu filho de 17 anos de idade. Nos últimos meses, Victor passou a lançar artefatos explosivos em imóveis da família de sua ex-companheira como forma de intimidação, fatos que já vêm se repetindo desde 2014.

Segundo o delegado  Adriano França, diante do vasto material apreendido, as investigações continuam para saber a origem das armas, a destinação, bem como saber se o investigado possui alguma relação com o tráfico na região.

 

Confira também

Polícia prende em Rio Bonito suspeito de tentar aplicar o ‘golpe do seguro’

Um homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma blitz na Rodovia Governador …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *