Polícia prende dois homens por suspeita de praticar rinha de galo em Barra do Piraí

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu dois homens, por suspeita de crime ambiental, em uma abordagem na Rodovia Lúcio Meira (BR-393), em Barra do Piraí, no sul fluminense. O fato aconteceu na noite de domingo (3). Eles estavam retornando de um evento de rinha de galo.

Os animais e dois homens foram encaminhados para 88ª DP (Barra do Piraí) – Divulgação/PRF

Em ronda na BR-393, policiais abordaram um carro, com dois ocupantes, um motorista, de 45 anos, e um passageiro, de 72 anos.

Durante a fiscalização, foram encontrados oito galos da raça índio, acondicionados em mochilas próprias para o transporte de animais, todos com as cabeças encobertas. Além disso, havia diversos medicamentos, utensílios e materiais utilizados em rinha de galo.

Em verificação do porta malas, foram encontrados mais três galos, com sinais de maus tratos, apresentando perfurações e cortes no corpo.

Ao serem indagados da origem dos animais e dos materiais encontrados, os envolvidos declararam que são criadores de galos de “briga”e que estariam retornando de um evento de rinha, em Barra do Piraí.

 

 

Confira também

ASSASSINO DE MULHERES VIRA REÚ EM NOVA FRIBURGO

Preso no dia 7 de outubro após confessar em depoimento o assassinato de duas mulheres …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *