Precariedade na coleta de lixo suja a imagem das cidades praianas: queixas são maiores em Cabo Frio

Segundo estimativa do IBGE, Macaé, no Norte Fluminense, tem cerca de 260 mil moradores, universo que não engloba a população flutuante formada por quem chega às segundas-feiras para trabalhar e retorna para casa nas sextas. Mais gente, mais lixo, mais trabalho para as equipes da limpeza urbana. A 82 quilômetros está Cabo Frio, que não conta com o universo flutuante, tem 40 mil moradores a menos e só produz mais lixo que Macaé na alta temporada, mas vem deixando muito a desejar em termos de limpeza urbana, segundo reclamam moradores e visitantes.

No réveillon, por exemplo, o que se viu em Cabo Frio, reclamam, foram ruas tomadas de gente e de lixo, sugerindo que a limpeza urbana, que vem acumulando queixas desde 2017, não teria melhorado em nada. Voltando a Macaé, no ultimo dia de dezembro cerca de 100 mil pessoas resolveram festejar a virada do ano nas praias. Não se viu lixo nas ruas nem na orla. A coleta extra registrou 20 toneladas retiradas da areia logo depois da festa, mostrando uma diferença enorme entre a gestão do prefeito Aluízio dos Santos Junior, o Dr. Aluízio e a administração do prefeito Adriano Moreno, o Dr. Adriano.

Em Macaé multidão na orla no réveillon não resultou em sujeira no dia seguinte

Problema regional –  Pertinho de Macaé está Rio das Ostras, que faz divisa com Casimiro de Abreu por Barra de São João. Nas duas localidades foram muitas as reclamações relatando sujeira nas ruas e nas praias. No caso de Barra de São João a deficiência na remoção do lixo é reconhecida pela Prefeitura, que aponta a redução dos dias de coleta como causadora do problema e promete melhorar, ao contrário de Rio das Ostras, onde a administração municipal acha que o serviço nunca esteve melhor, quando população e turistas dizem o contrário.

Se em Macaé o serviço de limpeza se destaca, em outras cidades praianas as queixas se igualam em nível e quantidade. Em Saquarema, por exemplo, cidade administrada pela prefeita Manoela Peres, moradores reclamam que em alguns bairros o lixo é recolhido apenas uma vez por semana, situação registrada também em São Pedro da Aldeia e Araruama, de acordo com as reclamações.

Confira também

Juiz determina remoção de paciente com problemas renais de pronto-socorro de Rio das Ostras

Foi preciso determinação do juiz Henrique Assumpção, dada nesta sexta-feira (17) para que um paciente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *