Rio das Ostras é beneficiado com mutirão de serviços do Detran

Acessibilidade a serviços públicos imprescindíveis. Essa foi a sensação dos moradores de Rio das Ostras e região que compareceram a 13ª edição do projeto Detran Presente, realizado na Escola Maria Teixeira de Paula, no sábado (26). Durante todo o dia, era possível emitir a primeira e a segunda vias da carteira de identidade, renovar a Carteira Nacional de Habilitação, emitir o licenciamento anual sem vistoria, fazer a vistoria anual dos veículos, entre outros serviços. A ação, que aconteceu por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Rio das Ostras o Detran.

“Com este evento, a população pode usufruir de vários serviços e pudemos mostrar aqui a força de uma parceria. Só tenho a agradecer a toda equipe do Detran e a seu presidente, Vinícius Farah, por esta oportunidade. É uma parceria que vem rendendo bons frutos”, destacou o prefeito Carlos Augusto.

“Conheci o projeto e acompanhei de perto com os colegas da Câmara os atendimentos prestados. Tenho certeza de que conseguimos atingir o objetivo desta iniciativa que é o de diminuir, e ao mesmo tempo atender, as demandas dos cidadãos por estes serviços. Parabenizo à Prefeitura e ao Departamento por tamanho benefício prestado aos nossos moradores”, disse o vereador André dos Santos Braga, o “Braga”. Também marcaram presença Os deputados estaduais Paulo Melo, Christino Áureo e Rosenverg Reis.

O mutirão já passou por nove cidades, em 12 edições: Petrópolis, Saquarema, Duque de Caxias, Três Rios, Cabo Frio, Vassouras, Rio de Janeiro (São Cristóvão, Complexo da Maré e Francisco Bicalho/Táxi), Queimados e Campos dos Goytacazes. Nas 12 primeiras edições chegou a marca dos 25 mil atendimentos.

O presidente do Detran, Vinícius Farah, informou que, em 60 dias, Rio das Ostras vai ganhar um posto de vistoria. Com isso, os moradores que precisam utilizar os serviços não terão mais que ir para outras cidades.

 

Leia Também

Feira de beleza mostra as últimas novidades do setor em Rio das Ostras

Com um faturamento que pode chegar a R$ 127 bilhões até o fim do ano …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *