Sindicato cobra pagamento de férias para servidores efetivos da Câmara de Araruama

Por que funcionários efetivos não recebem  abono  de férias nos últimos sete anos? Qual o número de servidores  que integram a Câmara de Vereadores de Araruama?  Quais os servidores que não receberam o ano e quanto isto custará aos cofres públicos e quantos comissionados já receberam tais benefícios e valores pagos nos últimos cinco anos. 
Tais indagações foram enviadas pelo Sindicato dos Servidores do Município de Araruama (SSMA) a presidente do legislativo, Penha Bernardes..
Segundo denúncias recebidas pelo SSMA, alguns servidores efetivos, que ingressaram por concurso público não recebem o abono de 1/3 , que é acrescido à remuneração, há  mais de sete anos. Por outro lado,  informações dão conta que servidores comissionados, não concursados e que geralmente recebem altos salários, tem este abono pago, regiamente.
Diante de tal distorção, o SSMA protocolou no dia 9 o oficio 105/2019 cobrando as seguintes respostas: 
Cópia da publicação do Quadro Demonstrativo das Despesas dos últimos cinco anos – de 2014 a 2019;
Quantos servidores ainda não receberam o abono de 1/3 de férias e o que representa em “valores não honrados pela edilidade (Câmara) nos últimos cinco anos; número de comissionados que receberam seus direitos de férias e os valores pagos nos últimos cinco anos.
Em tempo o ofício foi endereçado a Câmara por Luis Marcel Loureiro Motta, presidente do SSMA na quarta-feira passada (8)

Confira também

CPI vai analisar rasuras em documentos do Hospital da Mulher de Cabo Frio

Desde o início do ano, 20 bebês morreram na unidade de saúde A possibilidade de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *