Toda Forma de Amar é a nova fórmula de “Malhação”

Chegando em sua 27ª temporada, a novelinha teen promete repetir o sucesso mais uma vez, agora tendo o amor como personagem principal

E nesta terça-feira estreia mais uma temporada da novelinha “Malhação”. Desta vez intitulada “Malhação: Toda Forma de Amar”, a canção que embalará a abertura da trama escrita por Emanuel Jacobina será “Paula e Bebeto”, de Milton Nascimento que canta “qualquer maneira de amor vale a pena. Qualquer maneira de amor vale amar”. O enredo trará histórias de amor que se cruzam, sejam elas sobre casais, pais e filhos, irmãos ou um grupo de amigos.

“Malhação: Toda Forma de Amar” tem a maior cidade cenográfica de uma temporada da franquia até hoje, construída em uma área de mais de 8 mil metros quadrados nos Estúdios da Globo / Ellen Soares-RG

A história parte da força do amor incondicional e vai mostrar a luta da jovem Rita (Alanis Guillen) em busca da filha, a quem nunca viu. Justo na missa de sétimo dia da morte do pai, Rita descobre que ele levou sua bebê, que ela acreditava ter morrido logo após o parto, para o Rio de Janeiro. Disposta a procurar pela menina, Rita deixa sua cidade natal, Queimados, e se muda para Duque de Caxias, ambas na Baixada Fluminense, onde é acolhida pela amiga de sua falecida mãe, Carla (Mariana Santos), e seus dois filhos, Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia). Pista após pista, a jovem descobre que a criança foi adotada por Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), que a criam cercada de amor, ao lado do filho já adulto do casal, Filipe (Pedro Novaes). Rita sabe que será difícil, mas fará o que for preciso para ter a guarda da menina.

Paralelamente, a nova temporada mostra a força da amizade, ao contar a relação de um grupo de jovens que testemunha um crime dentro de uma Van, em Duque de Caxias. Rita está entre eles, acompanhada dos irmãos Raíssa e Thiago e mais três adolescentes que não se conheciam – Jaqueline (Gabz), Guga (Pedro Alves) e Anjinha (Caroline Dallarosa). Diante do impasse entre relatar ou não o que viram à polícia, eles decidem criar um grupo em uma rede social e, a partir daí, tornam-se grandes amigos, capazes de se apoiar mutuamente para lidar com questões como os dilemas da juventude, a violência urbana e o preconceito. “É interessante perceber que, mesmo diante de todas as dificuldades, os jovens brasileiros, em sua maioria, são criativos, divertidos, éticos, solidários, tolerantes e amorosos. É sobre esses jovens e suas manifestações de amor que vamos falar”, conta o autor, Emanuel Jacobina.

O folhetim será baseado na convivência entre jovens de realidades tão diferentes quanto a Baixada Fluminense e Ipanema, na zona sul do Rio, com alguns deles já cursando a faculdade. O universo do funk e do rap também será um elemento muito presente na narrativa. “Queremos uma temporada bem pulsante e viva, com jovens de forte personalidade individual e muita cumplicidade entre eles”, conta o supervisor artístico Carlos Araújo. “A trama mostra os jovens inseridos no mundo e nas comunidades em que vivem. Cada um tem a própria história, a sua forma de amar. Pretendemos tocar o coração das pessoas através dos sentimentos vividos pelos personagens”, declara o diretor artístico Adriano Melo.

Para criar o figurino de uma trama que fala sobre o amor, a figurinista Renata Vasconcelos partiu do princípio de que o visual da maioria dos personagens teria de ser colorido, alegre, variando de acordo com a personalidade e o estilo de vida de cada um. No núcleo de Duque de Caxias, a diversidade de cores, texturas e estilos é mais evidente. No processo de pesquisa sobre o comportamento e hábitos de consumo dos jovens que vivem no município da Baixada Fluminense, ela percebeu que eles são muito antenados, criativos e gostam de exclusividade.

A força da amizade será mostrada na relação de um grupo de jovens que testemunha um crime dentro de uma Van em Duque de Caxias. Diante do impasse entre relatar ou não o que viram à polícia, eles decidem criar um grupo em uma rede / Estevam Avellar-RG

“Malhação: Toda Forma de Amar” tem a maior cidade cenográfica de uma temporada da franquia até hoje, construída em uma área de mais de 8 mil metros quadrados nos Estúdios Globo. O espaço viabilizou a criação dos ambientes dos dois universos presentes na trama: Duque de Caxias, município mais populoso da Baixada Fluminense, e Ipanema, movimentado bairro da zona sul do Rio de Janeiro. As equipes de cenografia e produção de arte procuraram se aproximar ao máximo da realidade de cada lugar para produzir os cenários que ajudarão a contar as histórias da trama. A praça Nossa Senhora da Paz, símbolo de Ipanema, serviu de inspiração para o lugar em que a bebê Nina é levada para brincar e tomar sol quase todas as manhãs. As famosas galerias do bairro, com consultórios médicos, lojas, bares e restaurantes, também foram reproduzidas na cidade cenográfica.

Para criar o interior das casas e apartamentos, a equipe buscou inspiração em residências de moradores locais.

Quem é quem?!

 Rita (Alanis Guillen) – Jovem de Queimados, na Baixada Fluminense, órfã de pai e mãe que parte em busca da filha ao descobrir que a bebê está viva.

 Tadeu (João Fernandes) – Amigo de Rita (Alanis Guillen), é modesto, ingênuo, gentil e divertido, além de ter talento para a culinária.

Lígia (Paloma Duarte) – É mãe de Filipe (Pedro Novaes), esposa de Joaquim (Joaquim Lopes), e mãe adotiva da bebê Nina. Mulher amorosa, prática e com grande senso ético, trabalha como médica ginecologista em um consultório em Ipanema.

Joaquim (Joaquim Lopes) – É pai de Filipe (Pedro Novaes) e marido de Lígia (Paloma Duarte), pai adotivo da bebê Nina. Médico veterinário, tem uma clínica próxima ao consultório médico da esposa.

Filipe (Pedro Novaes) – Filho de Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), foi criado com muita dedicação. Namora Martinha (Beatriz Damini), mas a paixão já se esvaiu ao longo dos anos. Vai se apaixonar perdidamente por Rita (Alanis Guillen), a mãe biológica de sua irmã Nina.

Marta, a Martinha (Beatriz Damini) – Namorada de Filipe (Pedro Novaes), por quem é apaixonada e faz planos para o futuro. Não vai deixar barato a paixão dele por Rita (Alanis Guillen).

Lara (Rosanne Muholland) – Irmã de Lígia (Paloma Duarte), tia de Filipe (Pedro Novaes) e Nina. Advogada em ascensão, é workaholic, ambiciosa e competitiva

Carla (Mariana Santos) – É viúva e mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia). Acolhe Rita (Alanis Guillen) em sua casa, em Duque de Caxias, quando a jovem decide se mudar para procurar a filha.

Thiago (Danilo Maia) – Filho de Carla (Mariana Santos) e irmão de Raíssa (Dora de Assis). É responsável, trabalhador e animado. Transmite seu bom astral para qualquer um que vai ao Baixadas, o ‘point’ da galera, que administra com a mãe desde que parou de estudar.

 Raíssa (Dora de Assis) – Filha de Carla (Mariana Santos) e irmã de Thiago (Danilo Maia). É amiga de Nanda (Gabriella Mustafá) desde criança e não percebe a inveja que a amiga sente dela.

Nanda (Gabriella Mustafá) – Amiga de Raíssa (Dora de Assis) desde a infância. Morre de inveja dela, com quem tenta competir. Chama a atenção pela sensualidade e beleza, mas não tem a mesma voz e carisma de Raíssa.

 Angela, a Anjinha (Caroline Dallarosa) – Foi criada pelo pai, o viúvo Marco Rodrigo (Julio Machado) e se apaixona por Cléber (Gabriel Santana). Atlética, é jogadora de futebol e lutadora de muay thai.

Marco Rodrigo (Julio Machado) – Major da polícia e um pai um tanto “careta” para Anjinha (Caroline Dallarosa), de quem cuida com muito amor, zelo e disciplina.

Cléber (Gabriel Santana) – Entregador do “Baixadas”. Esperto e descolado, concilia os estudos no Colégio Estadual “Otto Lara Resende” com o trabalho.

Artur, o Tatoo (Caian Zattar) – É amigo de infância de Cléber (Gabriel Santana) e faz o tipo engraçado, que adora ensaiar passinhos de funk ou rap e fazer rimas.

Jaqueline (Gabz) – Sente o peso da injustiça por não ter recebido o amor do pai. Talvez por isso esteja sempre esteja tentando corrigir os erros do mundo ao lutar por causas sociais.

Carlos Antenor Madureira, o Madureira (Henri Castelli) – Grande amigo de Jaqueline (Gabz), a tem como uma filha. Criou o projeto Boa Luta, que dá assistência a jovens de baixa renda através da prática do muay thai.

Gustavo, o Guga (Pedro Alves) – Vive uma vida confortável em Ipanema. Boa gente, amigo confidente da turma da zona sul, é alegre, pratica esportes e está cursando a faculdade.

 

Confira também

O chocolate não é um vilão!

Não dá para fugir do assunto “chocolate”, ainda mais em época de Páscoa. E uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *