Trate bem os seus cabelos

A beleza das madeixas depende bastante do modo como são tratadas no dia a dia

Na hora de lavar os cabelos é recomendável optar por produtos compatíveis com as necessidades dos fios, cuidando para a remoção completa do xampu e outros cosméticos usados para desembaraçar e amaciar as madeixas / GB Imagem

Quando se fala na beleza dos cabelos, a ideia que mais rápido aparece é que são necessários xampus, creme, leave-in, termo protetores, óleos e outros finalizadores que sejam compatíveis com o tipo de cabelo etc etc…

Isso não deixa de ser verdade, mas quase nunca se lembra que o jeito de lidar com o cabelo faz toda a diferença quando o assunto é a saúde, e consequente beleza, dos fios.

Muitas pessoas sofrem com irritações e coceiras no couro cabeludo, mas acabam não dando a devida atenção ao problema. Porém, esse pequeno incômodo pode ser sinal de que algo está errado.  Os médicos dermatologistas explicam que a coceira no couro cabeludo pode ser causada por vários motivos, como higienização incorreta, estresse, excesso de transpiração, ressecamento ou inflamações e infecções no couro cabeludo. Por isso, é importante tomar alguns cuidados para evitar que o problema ocorra.

O principal desses cuidados tem relação com a lavagem dos cabelos, já que tudo o que diz respeito à higienização dos fios pode provocar coceira no couro cabeludo, inclusive a temperatura da água. Isso por que a água muito quente causa danos ao couro cabeludo, ressecando-o e provocando o surgimento de dermatite seborreica. Outro erro na hora de lavar os cabelos é o enxágue, pois, os resíduos mal lavados se acumulam e formam um ambiente propenso a fungos e micoses.  Além disso, é recomendado que os cabelos não fossem lavados à noite e não se durma com os fios molhados. Mas é importante realizar a higienização dos fios diariamente ou pelo menos a cada dois dias, pois a falta de limpeza estimula a produção de oleosidade no couro cabeludo, que se acumula na raiz dos fios e entope os bulbos capilares, causando ainda mais irritação e coceira.  Após a limpeza, é recomendado também o uso de condicionador, leave-in, óleo ou máscara de hidratação para manter os cabelos saudáveis e livres do ressecamento.
Os produtos usados para realizar a higienização do cabelo também podem causar coceira. Por exemplo, alguns ingredientes contidos nos shampoos, como o sulfato de sódio, podem ressecar o couro cabeludo, causando irritação e vermelhidão. Então, para evitar o problema, o ideal é trocar seu shampoo por um que não contenha o ingrediente.

Outro problema que pode causar irritação é o excesso de suor no couro cabeludo, pois o cloreto de sódio produzido no suor pode causar obstrução dos folículos, causando queda e facilitando a inflamação, além de ressecar os fios. Para evitar que isso ocorra é importante que, além de manter a higienização em dia, se limite o uso de chapéus, bonés e peruca, já que estes impedem que o couro cabeludo e os fios respirem corretamente.

Se mesmo após tomar estes cuidados a coceira persistir é fundamental que consultar um dermatologista, pois é ele o especialista indicado para diagnosticar as doenças que afetam o couro cabeludo. A persistência da coceira e da irritação pode ser sinal de doenças como foliculite, dermatite seborreica, dermatite de contato, micose ou psoríase. O tratamento de cada uma delas varia e apenas o dermatologista poderá indicar o procedimento ideal a ser realizado de acordo com cada caso.

É bom não negligenciar os sinais que muitas vezes o próprio cabelo nos dá de que algo não vai bem.

Confira também

Por que se comemora o Dia da Criança?

Comemora-se o Dia da Criança porque a criança é a esperança de um futuro melhor; …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *