Tribunal de Contas do Estado reprova as contas do ex-prefeito Antonio Marcos

Processo refere-se ao ano de 2016

O ex-prefeito de Casimiro de Abreu, Antonio Marcos Lemos (foto), poderá ser declarado inelegível por até oito anos, retardando o projeto de retornar à vida pública, se é que ele tem um. É que o Tribunal de Contas do Estado emitiu, nesta quinta-feira (31), parecer prévio contrário às contas do exercício 2016, o último ano de sua gestão. O processo agora vai para a Câmara de Vereadores, que dará a palavra final, derrubando ou mantendo a decisão do TCE. Na prestação de contas o conselheiro Rodrigo Melo do Nascimento apontou duas irregularidades, 15 impropriedades e 17 determinações.

Rodrigo Melo destacou déficits financeiros ao longo da gestão que, em 2016, término do mandato, culminou com o montante de R$ 18.061.650,70, e a assunção de obrigação de despesa que não possa ser cumprida integralmente dentro dele, ou que tenha parcelas a serem pagas no exercício sem que haja suficiente disponibilidade de caixa para este efeito. Segundo o Corpo Instrutivo do Tribunal ressaltou, Antonio Marcos, ao assumir a gestão municipal, recebeu a cidade com um superávit de R$ 56.379.227,61.

Confira também

Orçamento de Rio das Ostras será votado na manhã de segunda em sessão extraordinária, embora a Câmara ainda não esteja em recesso

Ninguém está entendendo nada. O presidente da Câmara de Vereadores de Rio das Ostras, Carlos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *