Vereador pede afastamento de prefeito de Rio das Ostras

Para Marciel Gonçalves, Marcelino da Farmácia é “arauto da incompetência e da sacanagem”

O vereador Marciel Gonçalves (foto) não poupou palavras para classificar o governo do prefeito Marcelino da Farmácia, em Rio das Ostras. No último pronunciamento na Câmara, Marciel disse que o prefeito “faz política do pão e circo, com gastos em shows, enquanto a cidade não tem saúde, saneamento básico e segurança”.

O desabafo foi uma resposta ao vereador Joelson do Carmo (PV) que em pronunciamento anterior havia defendido o governo de Marcelino. Segundo Marciel, Joelson defende o governo porque é beneficiado com cargos dados por Marcelino. Um deles, segundo Maciel foi a subsecretaria de Esportes.

_Sabemos muito bem por que o senhor defende o prefeito. O prefeito comete várias irregularidades e o senhor acha que a Casa não precisa fazer requerimentos. Ele se utiliza de contatos de manutenção para reparos de vias não pavimentados e utiliza-se dele para fazer obras de pavimentação em terreno particular. Sabe por que o discurso do senhor é assim? Por que o senhor trocou o seu voto pela subsecretaria de Esportes, afirmou o vereador, acrescentando que Joelson foi responsável pela exoneração de Cemir Joia da subsecretaria de Esportes, para ser nomeado no lugar dele, em outra ocasião.

Para Marciel, enquanto a cidade oferece “pão e circo” para a população, os jovens ficam à mercê do tráfico de drogas. Daí que defender Marcelino, na visão do vereador é defender a imoralidade. O vereador sustenta que o prefeito deveria estar afastado do cargo porque responde muitos de seus atos estão sendo investigados por comissões parlamentares de inquérito

_ Ele não é arauto da moralidade. É arauto da incompetência e da sacanagem. Essa é a realidade -, finalizou Marciel

 

Confira também

MP e Câmara de Cabo Frio convocam audiência pública para discutir transporte de ônibus em Tamoios

Discutir a qualidade do transporte público para o segundo distrito de Tamoios. Este é o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *