Por que guirlanda na porta?

Ela tem origem em eventos pagãos e hoje é um sinal de boas-vindas

Por Cezar Guedes em 23/12/2020 às 21:05:47

A coroa que enfeita portas de muitos lares, assim como outros símbolos de Natal, não tem uma origem muito clara. A guirlanda, segundo o escritor americano Frederick J. haskins, em seu livro "Answer to Questions", aponta que ela remonta aos costumes pagãos de adornar prédios em festividades que ocorriam no mesmo tempo no qual hoje é celebrado o Natal.
As guirlandas, ao longo da história, foram utilizadas como enfeites em celebrações religiosas, às vítimas sacrificadas aos deuses, à vitalidade do mundo vegetal, como enfeite funeral e muitos outros eventos pagãos. Hoje, colocar uma
guirlanda na porta de casa é uma forma de desejar aos visitantes boas-vindas. No antigo Egito, elas foram muito usadas sendo um símbolo de proteção e eram colocadas nas portas de templos e também usadas como adornos de cabeça em festividades religiosas.
Segundo alguns pesquisadores, na Roma Antiga ela também era usada. Um ramo de plantas enrolado em forma de coroa e fixado na porta da casa tinha o significado de saúde para todos. Na Idade Média, a guirlanda também foi muito
usada, mas durante o ano inteiro, sendo um símbolo de boas-vindas. O adorno também tinha o brasão da família e buscava ainda proteção contra bruxas e demônios.
O teólogo e escritor brasileiro, Israel José Nery, em seu livro "O Natal e seus símbolos", destaca que com o ristianismo, o adorno ganhou um significado ligado a Jesus. A forma circular sem começo e fim simbolizaria que o amor de Cristo nunca termina.
As fitas vermelhas, na versão mais tradicional, significaria o sangue de Cristo derramado pela humanidade. A coroa também é usada no período do Advento, as quatro semanas que antecedem o Natal. A palavra Advento é de origem latina e significa chegada, vinda. É o tempo de preparação para o Natal, a chegada de Jesus. Para muitos, essa é uma época de renovar os sentimentos, deixar para trás as tristezas, colocar as coisas em ordem, arrumar e limpar a casa.

Há relatos de que o Advento começou a ser celebrado em várias partes do mundo, entre os séculos 4º e 7º. Mas a primeira referência ao tempo de Advento vem da Espanha, quando no ano de 380 o Sínodo de Saragossa determinou uma preparação de três semanas para a Epifania, data que lembra a visita dos Reis Magos ao Menino Jesus.

Geralmente feitas com ramos de pinheiro e decoradas com fitas vermelhas, elas possuem quatro velas, que vão sendo acesas, uma a uma, a cada domingo do Advento. A origem dessas coroas vem de uma tradição pagã europeia.
Conta-se que, na escuridão do inverno, ao redor de folhas eram acesas velas que simbolizavam o "fogo do deus sol" com a esperança de que sua luz e seu calor voltassem. E para evangelizar as pessoas, os primeiros missionários aproveitaram a tradição, dando novo significado a esse costume antigo incorporando-o ao Natal.

Comunicar erro
TV AO VIVO
Minha Casa Pre Fabricada