Magé "exporta" para Guapimirim pessoal de licitação e fornecedora de alimentos contratada sem licitação "em caráter emergencial"

Por Cezar Guedes em 28/01/2021 às 09:52:06

Ao que tudo indica a prefeita de Guapimirim, Marina Rocha, estaria tendo dificuldade para encontrar na cidade quadros qualificados tecnicamente para alguns setores da administração municipal. Pelo menos é o que sugere o fato de ela ter levado para compor seu governo pessoas que até o dia 31 de dezembro do ano passado atuavam na área de licitações e contratos com fornecedores e prestadores de serviços na Prefeitura de Magé, que já estão trabalhando na cidade. Mas não para por aí…

A edição 618 do diário oficial de Guapimirim – datada de 27 de janeiro – publica uma dispensa de licitação no valor de R$ 750.320,82, em favor da empresa BMP Comércio de Serviços, contratada para o fornecimento, sem licitação, de gêneros alimentícios para abastecer o Hospital Municipal José Rabello de Mello.

A BMP é empresa que ficou encarregada do fornecimento de cestas básicas à Prefeitura de Magé na gestão do prefeito Rafael Santos de Souza, o Rafael Tubarão. No dia 26 de maio de 2020, por exemplo, foi homologado em favor dela, pela Secretaria de Infraestrutura, o Contrato 045, com valor global de R$ 5.360.400,00, tendo como objeto a "aquisição de cestas básicas aos servidores municipais", e validade de 12 meses.

*O espaço está aberto para os citados na matéria.

Comunicar erro
TV AO VIVO