Engavetado há oito meses, auxílio emergencial para os artistas locais será pago pela Prefeitura de Seropédica, que vinha retendo os recursos que já estavam sendo cobrados de volta pelo governo federal

Por Cezar Guedes em 21/02/2021 às 12:58:17
Professor Lucas que essa é

Professor Lucas que essa é "mais uma injustiça corrigida"

Os artistas de Seropédica, município da Baixada Fluminense, só não receberam o auxilio emergencial garantidos a ele durante a pandemia do novo coronavírus pela Lei Aldir Blanc porque a Prefeitura não quis liberar o dinheiro que já estava numa conta da administração municipal há pelo menos oito meses.

É a essa conclusão a que se chega diante da informação de que os processos administrativos para pagamento estavam liberados desde junho do ano passado, sem que a gestão do prefeito Anabal de Souza fizesse a quitação. Ao todo o governo federal tinha repassado R$ 475 mil à Prefeitura para socorrer os artistas locais, dinheiro que já estava sendo cobrado de volta pela União pelo fato não ter sido usado.

Desde janeiro negociando com o governo federal para não devolver o recurso sem sofrer sanções, o prefeito Lucas Dutra dos Santos, o Professor Lucas, determinou que o pagamento seja feito pela Secretaria Municipal de Fazenda. "Os recursos destinados aos artistas, é de R$ 475 mil e seriam devolvidos ao governo federal, prejudicando os nossos artistas. Felizmente, conseguimos corrigir mais essa injustiça na Prefeitura e vamos liberar logo o auxílio", afirmou o prefeito.

Comunicar erro
TV AO VIVO