Em 21 de fevereiro de 1945 a FEB conquista Monte Castelo

Por Cosme N Braga em 21/02/2021 às 23:05:56
Posição da artilharia da FEB nas proximidades de Monte Castelo em 1945 / Arquivo GB Imagem

Posição da artilharia da FEB nas proximidades de Monte Castelo em 1945 / Arquivo GB Imagem

Força Expedicionária Brasileira, conhecida pela sigla FEB, foi o nome dado à força militar brasileira de 25.300 homens que lutou ao lado dos Aliados, na Itália, durante a Segunda Guerra Mundial. Constituída inicialmente por uma divisão de Ifantaria, acabou por abranger todas as forças militares brasileiras que participaram do conflito. Adotou como lema "A Cobra Está Fumando", em resposta àqueles que consideravam ser mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra.

Inicialmente, o Brasil manteve-se neutro, colaborando minimamente tanto com os Aliados quanto com o Eixo. Porém, após o ataque a Pearl Harbor pelos japoneses, toda a América se sentiu ultrajada e tanto os EUA quanto o Brasil, por meio de um acordo previamente assinado no Panamá, entraram de forma ativa na II Guerra. Foi assim Getúlio Vargas criou a FEB.

A FEB desembarcou na Itália em julho de 1944 e entrou em combate em setembro, no vale do Rio Serchio, ao norte da cidade de Pisa. As primeiras vitórias da FEB ocorreram já em setembro com a ocupação de Massarosa, a tomada de Camaiore e Monte Prano. Durante o rigoroso inverno daquele ano combateu nos Apeninos onde enfrentou temperaturas de até vinte graus negativos e muita neve.

Em 21 de fevereiro de 1945 a FEB conquistou o Monte Castelo. Em Fornovo cercou e aprisionou a 148º Divisão de Infantaria Alemã. Na sua arrancada final, conquistou a cidade de Turim e, em 2 de maio de 1945 na cidade de Susa, noroeste da Itália, fez junção com as tropas francesas.

Ao final da campanha, a FEB havia aprisionado mais de 20.000 soldados inimigos, oitenta canhões, 1500 viaturas e 4 mil cavalos, saindo vitoriosa em 21 batalhas.

Comunicar erro
TV AO VIVO