Arapuca do DER é desativada em Guapimirim, e cerca de 20 mil multas terão de ser anuladas: Radar registrava até infração não cometida

Por Cezar Guedes em 27/02/2021 às 14:13:24
O equipamento ficava escondido e multava mesmo com o sinal verde, mas recorrer contra as multas aplicadas era mera perda de tempo, pois o DER-RJ não aliviava uma

O equipamento ficava escondido e multava mesmo com o sinal verde, mas recorrer contra as multas aplicadas era mera perda de tempo, pois o DER-RJ não aliviava uma

Um radar fixo instalado para registrar avanço de sinal e punir os condutores de veículos com infração gravíssima (sete pontos na carteira), no início da Estrada RJ-122, na entrada de Parada Modelo, em Guapimirim, era uma verdadeira armadilha, mas, apesar das muitas reclamações, o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ), não tomava providências nem anulava uma multa sequer, mesmo com a comprovação de que as infrações eram registradas irregularmente e, em alguns casos, até sem ter sido cometidas.

Os recursos impetrados pelos "infratores" nunca eram aceitos, mas, a partir de agora, ninguém mais será tungado naquele ponto, pois o equipamento que ficava escondido no semáforo duplo – com sinalização luminosa pela esquerda e direita – e registrava os veículos que faziam o retorno e os que seguiam em direção a Cachoeiras de Macacu, acabando por multar tanto os carros que seguiam em frente como os que voltavam, mesmo que os condutores não tivessem avançado o sinal vermelho.

Agora, depois de uma manifestação no local e da interferência da prefeita Marina Rocha, o equipamento foi retirado pela empresa que opera a fiscalização eletrônica para o DER-RJ, que tem prazo de uma semana para anular todas multas aplicadas até dia 7 de janeiro. O órgão já anunciou que as– as emitidas depois dessa data não serão enviadas aos donos dos carros multados. Ao todo serão apagadas no sistema do Detran cerca de 20 mil multas registradas naquele ponto.

Comunicar erro
Anazon-Moda e Beleza