Câmara de Rio das Ostras aprova CPI contra prefeito

Por Cezar Guedes em 06/11/2021 às 20:15:20

A quarta-feira foi turbulenta na Câmara de Vereadores de Rio das Ostras. Os vereadores decidiram instaurar uma CPI contra o prefeito Marcelino Borba, o Marcelino da Farmácia. O chefe do Executivo é acusado de fraude em licitação, contratação irregular de empresa e improbidade administrativa

As denúncias partem de um ferrenho desafeto do prefeito, o vereador Marciel Gonçalves (foto). Em um documento de 119 páginas, Marciel aponta suposta relação entre o prefeito e a RG Planejamento e Consultoria, empresa contratada para a área de tecnologia de informação na área de Saúde no Município.

Segundo o vereador, a RG operou no Município irregularmente sob a promessa de ser contratada, um ano depois,por meio de uma licitação direcionada para favorecê-la. Traduzindo: trabalharia de graça em troca de uma contratação futura.

Em depoimento, um fiscal de contrato aponta o prefeito como o responsável pelas negociações com os diretores da empresa que já atuava em Rio das Ostras na administração do prefeito Alcebíades Sabino, em 2014.

Pelo contrato acordado entre Marcelino e a empresa, estava incluído o aluguel de equipamentos, implementação de sistemas tecnológicos e sua manutenção na secretaria Municipal de Saúde.

Caso as denúncias sejam comprovadas, o prefeito de Rio das Ostras corre o sério risco de ter o mandato cassado.

Comunicar erro
Anazon-Moda e Beleza