Vereador de Nova Iguaçu é cassado por abuso na campanha eleitoral

Por Cezar Guedes em 21/11/2021 às 10:16:27

O juiz Alberto Republicano de Macedo Junior, da 156ª Zona Eleitoral, cassou o mandato do vereador Jeferson Ramos de Oliveira, eleito no ano passado pelo MDB, com 7.577 votos. A sentença foi preferida em ação de investigação judicial eleitoral, na qual o Ministério Público denunciou o político por abuso de poder econômico durante a campanha. De acordo com a denúncia, Jeferson usou máquinas e caminhões de empresas à serviço da Prefeitura de Nova Iguaçu para realizar obras em favor de sua campanha. Na decisão o juiz determinou a cassação do diploma do vereador e declarou inelegível por oito anos. Jeferson ainda pode recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ).

Na decisão é citado que "verificou-se a existência de atos abusivos com viés político, tudo em benefício da candidatura de Jeferson Ramos de Oliveira". A sentença diz ainda que da análise dos depoimentos prestados pelas testemunhas "é fácil perceber" que Jeferson "desenvolveu um modus operandi para realizar obras públicas em seu nome com o firme propósito de angariar votos da comunidade nas eleições para o cargo de vereador".

A decisão destaca ainda que o hoje vereador "utilizou o aparato municipal de maquinários e mão de obra de empresas prestadoras de serviço para o município para a realização de obras públicas em desrespeito ao princípio da igualdade que gere todo o processo eleitoral".

Comunicar erro
Anazon-Moda e Beleza