VIROU BANGUNÇA, PREFEITO?

Prefeitura de Queimados agora faz segredo sobre fornecimento de asfalto contrato sem licitação

Por Cezar Guedes em 14/01/2022 às 17:22:13
A gestão de Glauco Kaizer parece desconhecer o significado da palavra transparência

A gestão de Glauco Kaizer parece desconhecer o significado da palavra transparência

Depois de comprar sem licitação R$ 7,3 milhões em tablets, pagar o valor global dois dias após a assinatura do contrato sem revelar a quantidade adquirida, marca do produto e valor unitário, a gestão do prefeito Glauco Kaizer fez mais uma despesa sem o devido processo licitatório, homologou o contrato e até agora não informou o valor contratado.

A Prefeitura de Queimados, através da Secretaria Municipal de Obras, aderiu uma ata de registro de preços para aquisição de asfalto gerada por um pregão realizado no ano passado pela Prefeitura de São João de Meriti, mas faz segredo sobre o total de toneladas que será fornecido e quanto vai pagar por isso, mas a falta de transparência no gasto do dinheiro público parece não incomodar os membros da Câmara de Vereadores, que não toma nenhuma providência nesse sentido.

O ato de adesão de ata de registro de preços em favor da empresa Pavibras Pavimentadora Brasileira- que consta como sediada na Avenida Monte Castelo, 86, Jardim Gramacho, Duque de Caxias – foi publicado na edição do diário oficial do dia 29 de dezembro, omitindo as informações necessárias ao controle social que é garantindo a todo e qualquer cidadão por força de lei. O documento foi republicado na edição de 12 de janeiro para corrigir um alegado erro material, mas a publicação não trouxe as informações devidas.

Outra situação questionável é o fato de a secretária de Obras Cristina Remann da Silva Oliveira ter nomeado a sim mesma como fiscal do contrato, do qual ela é a gestora. No ano de nomeação está ainda o nome da subsecretária Magda Macedo de Azevedo.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Queimados.

Comunicar erro
Computadores na amazon
Anazon-Moda e Beleza