Washington Reis aprende do jeito mais difícil que a Alerj não é a Câmara de Caxias, onde ele manda e o presidente diz amém

Por Cezar Guedes em 23/06/2022 às 19:18:40

A vitória do deputado Marcio Pacheco na disputa por uma vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, ocorrida ontem (22) no plenário da Assembleia Legislativa, mostrou ao ex-prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (foto), que ele pode até mandar, mas nos ambientes políticos daquela cidade da Baixada Fluminense.

Reis vinha querendo impor ao presidente da Alerj, Andre Ceciliano, que a eleição para o TCE fosse retirada de pauta. Pretendia com isso ganhar tempo e tentar uma virada de mesa em favor de seu irmão, o deputado Ronsenverg Reis. Washington parece ter confundido Ceciliano com o presidente da Câmara caxiense, Celso do Alba, que não perde a oportunidade de agradá-lo. A votação foi levada adiante, Pacheco venceu com 47 votos e tomou posse ontem mesmo.

Quem conhece bem o ex-prefeito sabe que ele gosta de ganhar no grito, que adora mandar na casa do vizinho. Em 2020, por exemplo, Washington quis se intrometer em Belford Roxo e São João de Meriti. Levou coro, assim como passou vergonha em Magé, onde tentou fazer uma de suas irmãs prefeita.

Em cidades do interior ele até que consegue fazer alguma gracinha, dando uma de estadista diante de políticos inexpressivos. Mas na Baixada Fluminense, onde gosta de posar de rei, só consegue aplausos mesmo de sua claque particular.

Do jeito que as coisas estão indo, pode até demorar um pouco, mas Washington Reis vai acabar ficando falando sozinho.

Comunicar erro
Computadores na amazon
Anazon-Moda e Beleza