Está escondendo o quê, prefeito?

Site da Prefeitura de Casimiro de Abreu não revela valores pagos nem os registros de empenho

Por Cezar Guedes em 14/05/2024 às 09:03:22

Segundo o demonstrativo de distribuição da arrecadação do Sistema de Informações Banco do Brasil (SISBB), a Prefeitura de Casimiro de Abreu, no interior do estado do Rio de Janeiro, já recebeu este ano cerca de R$ 112 milhões em transferências constitucionais, repasses feitos entre 1º de janeiro e 13 de maio.

Ao todo são exatamente R$ 111.955.735,49. A soma foi de R$ 30.283.592,79 em janeiro; R$ 23.320.792,52 em fevereiro; R$ 27.786.739,76 em março; R$ 27.447.173,10 em abril e R$ 3.117.437,32 de 1º a 13 de maio, mas o cidadão interessado em fazer o controle social a ele garantido por força de lei, não está conseguindo saber onde, como e em quê os recursos públicos estão sendo gastos, pois aquilo que a gestão do prefeito Ramon Gidalte (foto) chama de Portal da Transparência, não mostra os valores empenhados em favor dos credores, muito menos o que fora pago a eles.

Quem faz a busca avançada no site oficial do município não encontra nenhum registro sobre os empenhos, pagamentos, assim como os números da arrecadação, e, além disso, a opção de filtro por ano não funciona. Ontem (13), até às 12h25, o Jornal dos Municípios fez várias tentativas, e, como pode ser conferido aqui, deparou com o seguinte aviso: "Não existem registros até o momento".

Comunicar erro
TV AO VIVO
PMM