Após intervenção do Ministério Público, Prefeitura de Rio das Ostras exonera "funcionário fantasma"

Por Cezar Guedes em 08/06/2024 às 22:02:59
Após investigação da Polícia Civil, a pedido do Ministério Público, o prefeito de Rio das Ostras Marcelino Borba exonerou nesta sexta, dia 7, o engenheiro Uilson Alves da Silva. Contra o servidor que é do quadro estatutário - concursado - pesa a suspeita de atuar como funcionário fantasma da Prefeitura.

Segundo foi apurado, Uilson acumulava dupla função durante o mesmo horário de trabalho. O cargo acumulado foi exercido por pelo menos seis anos. O engenheiro, que ingressou na Prefeitura em 2010, responde um processo administrativo disciplinar aberto pela governo municipal. A favor das denúncias, provas documentais como quadro de ponto, horário de reuniões e testemunhas.

Uilson tinha ciência de que ocupava um dos cargos irregularmente e chegou a fazer uma consulta administrativa a respeito. A ele, a Secretaria Municipal de Administração chegou a dar prazo para que ele optasse por um dos cargos. O que não ocorreu.

Em vez disso, pediu licença não remunerada, com objetivo, de acordo com as investigações, de privilegiar o outro cargo. Para piorar a situação do servidor, sua mulher, que também é engenheira, também assinava o ponto e cursava direito em período integral na UFF, em outro município.

O Processo Administrativo aberto pela Prefeitura se arrastava há cinco anos.

Comunicar erro
Pontinha
Selix