PF prende em Mangaratiba homem acusado de contrabando de cigarros eletrônicos

Por Cezar Guedes em 10/07/2024 às 22:25:29
A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (9/7), dois mandados de busca e apreensão em Mangaratiba. O objetivo foi o combate à importação e à comercialização de cigarros eletrônicos em redes sociais e sites na internet, por parte de distribuidores e revendedores situados no município de Mangaratiba/RJ. Um homem foi preso em flagrante, por contrabando desses produtos. Os mandados foram expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.
De acordo com as apurações, os investigados atuam nas etapas de importação, armazenamento e distribuição de cigarros eletrônicos, que são comercializados por meio de redes sociais e lojas virtuais. Durante a deflagração, os policiais federais apreenderam equipamentos de informática que serão analisados pelo Setor de Perícias Técnicas da PF.
Esta primeira etapa da Operação Vapore tem como foco identificar os distribuidores e revendedores a varejo dos produtos ilegais em questão.
Os cigarros eletrônicos são dispositivos que têm importação, comercialização e propaganda proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária desde 2009. A Anvisa, em decisão recente, manteve as proibições sobre importação e venda destes produtos em território nacional. Sua comercialização irregular no Brasil configura o crime de contrabando, cuja pena é de dois a cinco anos de reclusão.

Comunicar erro
Pontinha
Selix