LOMADEE 1

Witzel se transforma em "patinho feio" e presença nos palanques já começa a ser barrada antes mesmo do início das campanhas

Por Cezar Guedes em 31/07/2020 às 12:22:59
Clóvis Tostes, prefeito de Miracema, nomeou o sogro de Witzel. Servidores denunciaram o que ele não comparecia ao local onde foi lotado. A alegação do governo é de que o nomeado trabalhava em casa

Clóvis Tostes, prefeito de Miracema, nomeou o sogro de Witzel. Servidores denunciaram o que ele não comparecia ao local onde foi lotado. A alegação do governo é de que o nomeado trabalhava em casa

Político do interior adora aparecer ao lado de governador e guardar a foto para usar em campanha, seja qual for o partido do dito cujo. No estado do Rio de Janeiro, até mesmo nas menores cidades, tem pré-candidato se esforçando para apagar de suas redes sociais a imagens nas quais aparece com Wilson Witzel, o representante da nova política que veio para acabar com a corrupção e levou pouco mais de um ano para ter o nome envolvido em denúncias graves que podem lhe tirar o mandato e até mesmo a liberdade, segundo muitos acreditam.

A rejeição vem ocorrendo em cidades do Sul, Norte e Noroeste, e também na Região Metropolitana. Na Baixada Fluminense, por exemplo, há quem já desistiu de concorrer este ano por causa dos filhos da "nova política" que não demoraram muito para terem a imagem de "diferentes de todos" destruída por escândalos e denúncias de fraude.

Witzel começou a ter problemas após a prisão do empresário Mario Peixoto, que trouxe à tona ligações com membros de sua gestão e até um pagamento de pouco mais de R$ 500 mil feito ao escritório da primeira dama por uma empresa do esquema denunciado pelo Ministério Público Federal. Depois vieram as denúncias pesadas de fraude nas compras emergenciais feitas pela Secretaria de Saúde, as prisões de membros do governo e CPI na Assembleia Legislativa.

Pose perdida na Baixada – Na Baixada Fluminense o PSC, legenda pela qual Witzel foi eleito, deverá ter candidatos a prefeito em Nova Iguaçu, São João de Meriti e Magé, mas, com o filme queimado pelas denúncias de fraude e corrupção na Secretaria Estadual de Saúde, o suposto apoio presencial que teriam parece não ser mais bem vindo. Em Meriti, por exemplo, o deputado Léo Vieira tentou monopolizar a ida do governador à cidade para inaugurar um núcleo do programa Segurança Presente e houve até vaia para constranger possíveis adversários, já que naquele momento estaria sendo consagrada a imagem de "candidato a prefeito do governador".

Em Nova Iguaçu onde o PSC tem como pré candidato um desconhecido dos meios políticos – o advogado Wellington Luiz de Souza, o Letinho, o "apoio do governador" era apontado como o maior trunfo, mas hoje, quem falar nome de Witzel no município corre o risco de ser expulso do lugar onde estiver discursando, pois a cidade foi escolhida para sedir um daqueles hospitais de campanha contratados dentro do esquema de fraude montado na Secretaria de Saúde que nunca entraram em funcionamento e já vão ser desmontados.

Emprego para o sogro no interior – Em Miracema, no interior do estado, o prefeito Clovis Tostes, o Clovinho, nomeou o sogro do governador para um cargo comissionado e disse que ele "trabalhava em casa" e por isso não comparecia ao local no qual estava lotado, a Defesa Civil, onde tinha função de diretor de divisão, parece que hoje não tem a mesma empolgação em relação a Witzel.

A nomeação de Jadir gerou questionamentos por parte dos servidores efetivos que denunciaram o privilégio de ele "trabalhar em casa", e o Ministério Público chegou a abrir um procedimento para investigar a nomeação, mas o sogro de Witzel ainda aparece como funcionário em atividade, com salário líquido de R$ 2.406,45 em junho.

Nos meios políticos da pequenina Miracema o que se pergunta é: Será que que se as fraudes tivessem surgido lá atrás o sogro do governador teria ganho o emprego?

Cidades como Barra Mansa, Mendes e Engenheiro Paulo de Frontin mudaram de partido para ficarem mais perto do "redentor" do estado do Rio de Janeiro. Rodrigo Drable, Rogério Riente e Jauldo Balthazar Neto deixaram suas legendas de origem e ingressaram no PSC.

TV AO VIVO

Comentários

rossis rodape