Do streaming para TV aberta: Estreia "Aruanas"

Série chega a Globo após lançamento mundial para mais de 150 países

Por Cezar Guedes em 23/04/2020 às 22:23:46
Cena de

Cena de "Aruanas". A série produzida originalmente para a Globoplay foi lançada em mais de 150 países e agora estreia na tela da Globo / Fábio Rocha-RG

Com alerta sobre a Amazônia, a série tem no elenco Taís Araújo, Débora Falabella, Leandra Leal e Thainá Duarte. Quatro mulheres, integrantes de uma ONG, que arriscam suas vidas ao investigar uma quadrilha de crimes ambientais na Amazônia. Esta é a trama por trás de "Aruanas". A primeira temporada da série, inédita na TV aberta, mas já disponível na Globoplay desde o ano passado, estreia nesta segunda na tela da Globo, após "Fina Estampa". A obra, que já tem a segunda temporada garantida, foi lançada globalmente em 2019, chegando a 150 países, e chamou a atenção de representantes de organizações internacionais que são referência em Meio Ambiente e Direitos Humanos.

Em "Aruanas", o conceito sustentável e de respeito ao entorno extrapolou a história e permeou toda a realização da série. Refletindo o compromisso socioambiental da Globo e da Maria Farinha Filmes, primeira produtora audiovisual brasileira certificada pelo Sistema B., a série reutilizou 90% do figurino, reciclando roupas de segunda mão, gerando menor produção de resíduos. Além do elenco e da direção, 47% da equipe de produção foi composta por mulheres, num movimento que valorizou o empoderamento feminino. No elenco, que contou com 131 participações e 2000 figurantes, 33,8% das pessoas moravam na região da Floresta Amazônica.
Na série a advogada Verônica (Taís Araújo), a jornalista Natalie (Débora Falabella), a ativista Luiza (Leandra Leal) e a estagiária Clara (Thainá Duarte) fazem parte da ONG Aruana e investigam as atividades de uma mineradora que atua na Amazônia, onde estranhos fatos ocorrem: pedidos de socorro anônimos, pessoas adoecendo de forma misteriosa, assassinatos e ameaças aos povos indígenas. As ativistas, cada uma em sua trilha investigativa, criam um mosaico de evidências que leva a um grande esquema de crimes ambientais envolvendo garimpos ilegais e uma renomada mineradora nacional. Enquanto desvendam uma perigosa teia de crimes e segredos, essas mulheres precisam lidar com seus próprios fantasmas e dramas pessoais.

A grande vilã da trama será Olga, personagem de Camila Pitanga. A própria atriz revela que Olga não tem escrúpulos e dará muito trabalho a Ong Aruana.

Essa poderia ser a verdadeira história de qualquer organização que defenda uma das florestas mais importantes do planeta. Mas, se trata de "Aruanas", série brasileira de ficção livremente inspirada em fatos reais, que tem um propósito claro: alertar para a crise ambiental mundial e valorizar e proteger o trabalho de ativistas.

A série vai além do suspense e da ação ao ressaltar o debate sobre a preservação da biodiversidade e, consequentemente, da vida. Escrita por Estela Renner e Marcos Nisti, com a colaboração de Pedro Barros, a trama quer mostrar a importância dos defensores do meio ambiente, que arriscam suas vidas em defesa de justiça, igualdade e de um mundo mais sustentável para a sociedade e para as gerações futuras.

Sob a direção artística de Carlos Manga Jr. e direção geral de Estela Renner, a série contou com a parceria técnica do Greenpeace e conta o apoio de algumas das maiores e mais importantes organizações sociais de direitos humanos e ambientais do mundo, como Anistia Internacional, WWF, Global Witness, entre inúmeras outras.

"Aruanas" é uma série de ficção, mas a maior fonte de inspiração é a realidade. Com 10 episódios, a primeira temporada tem como cenário a Amazônia, que oferece uma conexão aos desafios globais sobre florestas e clima. Somente em 2018, o desmatamento na Amazônia aumentou 14%, o maior salto na última década.

Essa história trata de ideais, sem deixar de tocar nas fragilidades que nos tornam humanos. O ativista não é colocado como herói, mas como uma pessoa comum, que sai todos os dias para trabalhar pela causa em que acredita, mas sem ter a certeza de que voltará para casa em segurança. Há três anos, o Brasil ocupa o primeiro lugar de um ranking mundial, que definitivamente não é motivo de orgulho: é o país que mais mata ativistas no mundo – só em 2017, foram 57 mortos, 80% deles de defensores da natureza.

Quando ativistas ambientais viram estatísticas, o que grita é a invisibilidade, a falta de valorização e reconhecimento dessas pessoas que têm como propósito de vida o cuidado com o meio ambiente, a luta contra o desmatamento ilegal, a extração ilegal de minérios, a contaminação de rios, a invasão de terras indígenas. Por que não unimos esforços com aqueles que trabalham pela vida? Essa é a questão que "Aruanas" levanta.

A série é um convite a sonhar com um futuro mais justo e sustentável. É o entretenimento em função de uma causa urgente e importante em todo o mundo, levantando um diálogo global sobre a preservação das florestas e o trabalho dos defensores ambientais.

Quem é Quem?!

Luiza (Leandra Leal) - Entre as três fundadoras da ONG "Aruana", é a personificação da ativista de confronto e aventura. Destemida e impulsiva, Luiza se coloca por diversas vezes em situações de risco. Mãe de Yan (Pedro Guilherme), se divide entre o filho e as causas ecológicas, mas muitas vezes, sem querer, acaba colocando o garoto em perigo ou deixa a maternidade para segundo plano. E por tudo isso, entra em constante atrito com o ex-marido Gilberto (Samuel Assis).
Natalie (Débora Falabella) - Jornalista e apresentadora de um programa de televisão, se divide entre a ONG e o trabalho, que por muitas vezes usa como veículo para denúncia de crimes ambientais, o que lhe causa problemas com o chefe Sheik (Bruno Padilha). É casada com Amir (Rômulo Braga), mas vive uma profunda crise matrimonial após sofrer um aborto, em uma gravidez avançada.

Verônica (Taís Araújo) - Advogada de grande destaque, trabalha em um escritório, mas é extremamente envolvida com as causas da ONG. Sempre muito séria, obedece às leis e sistemas e frequentemente repreende as amigas por agirem de maneira impulsiva e colocarem os casos em risco. Guarda um grande segredo que irá abalar sua amizade com Natalie (Débora Falabella).

Clara (Thainá Duarte) - Estagiária da ONG, inicialmente é menosprezada pelas ativistas e sua primeira luta é para que seja aceita entre elas. Conta com a ajuda do melhor amigo André (Vitor Thiré) e de Falcão (Bruno Goya) para entender melhor os trâmites e ações da Aruana. Chega em São Paulo sem nada, após fugir de Ramiro (Rafael Primot), um namorado abusivo e violento.

Comunicar erro
Anazon-Moda e Beleza