Polícia e Ministério Público cumprem mandados de prisão preventiva contra vereadora e ex-secretário municipal de Carmo

Por Cezar Guedes em 26/03/2021 às 00:23:48

Agentes da Polícia Civil e do Ministério Público realizaram operação conjunta, nesta quinta-feira (25),para prender preventivamente a vereadora Rita Estefânia Gozzi Farsura, o ex-secretário municipal de Meio Ambiente de Carmo Ronaldo Rocha Ribeiro e o empresário Murilo Neves de Moura. Eles são acusados de corrupção ativa, corrupção passiva, associação criminosa e prevaricação.

A operação foi batizada de "Operação Chorume", porque o empresário é um dos sócios da empresa Forte Ambiental, que fazia a coleta do lixo na cidade.

As investigações se originaram de um , onde se ouviam três pessoas negociando o pagamento de propina a vereadores da cidade de Carmo, a fim de que aprovassem matéria que beneficiaria a empresa. Apurada a suposta identidade dos interlocutores, foi solicitada perícia de voz à Divisão de Evidências Digitais e Tecnologia (DEDIT) da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), que confirmou as identidades das vozes.

Além dos mandados de prisão, foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Carmo, Campos, São Fidélis e Macaé, tendo sido apreendidos diversos telefones celulares e documentos, que passarão por perícia técnica para que se dê continuidade às investigações, a fim de identificar demais envolvidos.

Durante as investigações, também foram identificados indícios de lavagem de dinheiro, por meio da utilização de uma outra empresa de fachada e laranja na região do norte fluminense.

Comunicar erro
Anazon-Moda e Beleza