Políticos do Sul Fluminense fazem cara de nojo junto aos seus quando ouvem falar da Baixada, mas buscam apoio na região

Por Cezar Guedes em 02/05/2024 às 10:10:02
Ailton já acionou a Polícia por ameaça e Irineu buscou apoio de cacique da região - Fotos: Reprodução

Ailton já acionou a Polícia por ameaça e Irineu buscou apoio de cacique da região - Fotos: Reprodução

Nas cidades de Porto Real e Itatiaia, no Sul do estado do Rio de Janeiro, quando se fala em Baixada Fluminense a grita é geral. A visão das lideranças políticas locais sobre políticos e empresários da região que discriminam é uma quando estão diante de suas plateias, e outra muito diferente quando saem na busca de apoio para suas campanhas.

É o caso, por exemplo, do ex-prefeito de Porto Real, Ailton Marques, que registrou na Polícia ameaças que teria sofrido de um empresário da Baixada, através de homens que desceram na cidade de helicóptero para lhe cobrar uma suposta dívida de campanha,

O caso, que envolveu um irmão do atual prefeito do município, resultou em ação penal contra quatro pessoas, mas Ailton estaria buscado apoio na região que critica. Recentemente foi visto conversando com supostos empresários. O encontro foi na Casa do Alemão, na Rodovia Presidente Dutra, em São João de Meriti, ponto de encontro de jornalistas, políticos e empresários.

Já o prefeito de Itatiaia, Irineu Nogueira, trocou até de partido a pedido de um cacique da Baixada, um nome que tem aparecido muito de forma negativa no noticiário, o secretário de Transportes, Washington Reis, que tem uma condenação a sete anos e dois meses sem regime semiaberto, sentença vem tentando se livrar com vários embargos e até um pedido de indulto.

Tem mais: a gestão de Irineu fez contrato a partir de uma licitação de mais de R$ 6 milhões vencida por empresa sediada em Japeri, a Construflex, que está sob investigação do Ministério Público.

*O espaço está aberto para manifestação dos citados na matéria

Comunicar erro
Pontinha
Selix